Mano Brown lança a romântica 'Felizes' e aposta na sonoridade soul

Rapper do Racionais divulga single de seu disco solo 'Boogie naipe' com a participação de Leon Ware, parceiro de Marvin Gaye

por Ângela Faria 11/11/2016 11:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Boogie naipe/Divulgação
(foto: Boogie naipe/Divulgação)
Mano Brown mandou nesta sexta-feira (11) para as plataformas sociais mais um "aperitivo" de seu aguardado primeiro disco solo, Boogie naipe, prometido para dezembro. O single Felizes/Heart to heart traz um parceiro para lá de especial: o norte-americano Leon Ware.


Destaque da lendária gravadora Motown, Ware já compôs com outro brasileiro: Marcos Valle. Brown concretiza, assim, o antigo sonho de gravar com o craque, de 76 anos, que trabalhou com Marvin Gaye, Michael Jackson, Quincy Jones e o casal Ike e Tina Turner. Ware é cantor, compositor e produtor.


Cantando para sua "preta", Brown se diz "um homem na estrada da ilusão", declara seu amor à musa. Fala de "coração para coração", apela para que ela o salve. Fala de girassóis, princesa e plebeu. Propõe: vamos ser felizes. O rap-balada fala de sonhos, erros e de nova caminhada. "Pedrada romântica" caprichada, sofrência à la Mano Brown, Felizes mostra que o rapper decidiu mesmo arriscar na seara de Roberto Carlos, Tim Maia, Djavan e Cassiano, deixando a zona de conforto da sonoridade Racionais.


Em seu disco solo, Brown aposta em seu "lado soulman", com letras românticas e sonoridade que reverencia o funk das antigas, remetendo aos bailes blacks de Sampa nos anos 1980/1990. No Instagram, ele tem divulgado algumas pistas sobre o novo trabalho: orquestra de cordas em estúdio, além de batidas suaves, bem diferentes do som "boladão e pesadão" que é a marca registrada de seu grupo, Racionais MCs. Ele promete surpreender, falando de amor. As letras intimistas não lembram o estilo dos hits que fizeram do Racionais ícone do rap brasileiro.


Boogie naipe terá participações de Ellen Oléria, do veterano Carlos Dafé (o "príncipe do soul brasileiro") e do cantor e compositor Lino Krizz, antigo parceiro de Brown, que também produz o álbum, masterizado no lendário estúdio nova-iorquino Quad Recording Studios NYC.


O disco terá cerca de 20 faixas. Ele já mandou para as redes outra delas: Amor distante, com direito a clipe gravado em Nova York e participação de Krizz. Em entrevista ao Uai/ Estado de Minas, em agosto, o rapper disse que o repertório terá também Mulher elétrica e Lois Lane (essa última gravada em disco da Banda Black Rio).

 

Ouça 'Felizes':

 

 

 

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA