MC Carol lança novo single: 'Delação Premiada'

Nova música da funkeira tem letra politizada e tom de protesto

por Estado de Minas 15/07/2016 13:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Divulgação/MC Carol
(foto: Divulgação/MC Carol)
A funkeira fluminense MC Carol disponibilizou o primeiro single de seu próximo álbum, Bandida. Com sonoridade que se aproxima do rap, Delação Premiada é uma contundente crítica à violência policial, ao racismo e à marginalização das favelas. Na manhã de hoje o nome da cantora já aparecia entre os assuntos mais comentados do Twitter.

"Mataram uma criança indo pra escola", canda em um trecho. "Na televisão a verdade não importa, é negro favelado então tava de pistola", emenda no refrão, provavelmente uma referência de Felipe de Oliveira Pinna, morto em 2015, quando policiais confundiram a muleta que o motoboy usava com uma arma de fogo.

A mixagem também traz trechos de noticiários e de entrevistas. O caso de Amarildo Dias de Souza, desaparecido em 14 de julho de 2013, depois de ser detido pela Polícia Militar carioca, também é resgatado pela funkeira.

O título dialoga com a situação política do país. "Três dias de tortura numa sala cheia de rato, é assim que eles tratam o bandido favelado. Bandido rico e poderoso tem cela separada, tratamento Vip e delação premiada", confronta.

Delação Premiada ainda faz crítica a outros casos que ganharam notoriedade. "Cadê o Amarildo? Ninguém vai esquecer. Vocês não solucionaram a morte do DG", canta em alusão a Douglas Rafael da Silva Pereira, dançarino do programa Esquenta, morto durante ação da PMRJ. 

MC Carol ainda questiona as punições aos envolvidos nestes casos. "Afastamento da polícia é o único resultado. Não existe justiça se o assassino está fardado".

Ouça: 

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA