Savassi Festival começa hoje e tem 54 atrações em diversos espaços de BH

Originalmente dedicado ao jazz, festival passa a abrigar diferentes gêneros musicais e expande locais de apresentação

por Carolina Braga 24/06/2016 09:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Elcio Paraíso/Divulgação
Flávio Renegado e Thiago Delegado misturam rap com samba hoje, na Biblioteca Pública Luiz de Bessa (foto: Elcio Paraíso/Divulgação)

O Savassi Festival se tornou conhecido por reunir, nas imediações da Rua Antônio de Albuquerque, uma multidão interessada nas possíveis misturas e derivações do estilo consagrado nos Estados Unidos. Lá se vão 14 anos em que a proposta se renova anualmente em Belo Horizonte. A cada ano, o evento apresenta particularidades. Neste 2016, o festival se espalha ainda mais.


O popular encontro na porta do Café com Letras continua ativo, mas não no porte anterior. Em vez de concentrar todas as atrações na região, o Savassi Festival ocupa palcos variados.

Pela primeira vez, chegará, por exemplo, à pomposa Sala Minas Gerais. Para lá, está previsto o encontro mais nobre desta edição: amanhã, Edu Lobo e a Orquestra Ouro Preto fazem show com participação de Gilson Peranzzeta e Mauro Senise. Ao todo, são 54 atrações, ao longo de 11 dias, até 4 de julho.
Isabel Garcia/Divulgação
Edu Lobo é um dos destaques do evento e se apresenta na Sala Minas Gerais (foto: Isabel Garcia/Divulgação)

“Há uma gama estilística ampla, mas sempre temos o cuidado de ter um fio condutor que passa por todos os palcos”, ressalta o curador e coordenador-geral Bruno Golgher. A programação do Savassi Festival se divide em cinco categorias, cada uma delas propondo uma aproximação diferente com o estilo. O Jazz no Teatro reúne 16 shows em casas de espetáculos. Fazem parte desta sessão a noite de gala com Edu Lobo, Jaques Morelenbaum e CellosAm3atrio, Chico Pinheiro Quarteto, Leandro César, a cantora Regina Souza e outros.

Uma das parcerias inéditas é o encontro do festival com o BDMG Instrumental. Músicos que participaram da história do projeto se reencontram no palco da Biblioteca Pública Luís de Bessa. O sambista Thiago Delegado e o rapper Renegado abrem a programação com show hoje.

A sessão Jazz Clube é destaque durante a semana. “Convidei todas as noites fixas da cidade para entrar no festival”, diz Bruno. Assim, apresentações tradicionais em bares e restaurantes como Birosca, no Santa Tereza, Chá Comigo, no Santo Antônio, A Pão de Queijaria, na Savassi, e também no Café com Letras foram incorporadas.


No charmoso bistrô de Santa Tereza, por exemplo, Pamelli Marafon e Luisa Mitre fazem apresentações de piano solo, respectivamente, terça e quarta-feira.

Sucesso na edição do ano passado, o Jazzinho está de volta. É um recorte da programação dedicado às crianças. Os shows, na Praça Floriano Peixoto, estão marcados para domingo da próxima semana. Felipe José preparou apresentação baseada no repertório de Hermeto Paschoal. Benjamim Taubkin foca em Chico Buarque, e Cliff Korman apresentará o jazz de Snoopy e Charlie Brown.

URBANO
A programação de rua do Savassi Festival contempla crianças e, como é tradição, os adultos. A seção Jazz na Rua está marcada para os finais de semana nos palcos da Praça da Liberdade, Floriano Peixoto, Santa Tereza e, no point do evento, em frente ao Café com Letras, na Rua Antônio de Albuquerque.

“A cidade mudou, a regulação urbana é mais difícil. As pessoas vivem sob mais pressão. Então, colocar 20 mil pessoas no mesmo lugar não é tão fácil e nem tão bom. Vamos tentar fazer algo mais suave para a cidade. Uma chance de ter palcos mais especializados”, explica o coordenador. O duo de Israel Alon & Joca é uma das opções para a tarde de domingo, na Savassi.

A maior parte da programação ao ar livre será na semana que vem. Uma das bandas mais esperadas é a novíssima – mas nada inexperiente – Niemeier, que toca no domingo. A expectativa é grande, porque se trata de um projeto paralelo do DJ Anderson Noise e dos integrantes do Skank Henrique Portugal e Lelo Zanetti. Eles criaram oito músicas que propõem o encontro entre a eletrônica, o jazz e a bossa nova.

“O resultado está uma mistura, estou gostando muito”, diz Noise. “Achei legal porque tira todos nós da zona de conforto”, completa Henrique. Para ele, o futuro do trio dependerá da aceitação do público. “Foi um desafio interessante trazer uma inovação, mas o que vem depois o público dirá.”
Ana Luisa Marinho/Divulgação
No sábado, Gilson Peranzzeta e Mauro Senise sobem ao palco da Sala Minas Gerais com Edu Lobo e Orquestra Ouro Preto (foto: Ana Luisa Marinho/Divulgação)

Viés alternativo
Sensação da cena hip-hop, a curitibana Karol Conka estará em Belo Horizonte no fim de semana. Nada a ver com o Savassi Festival. Ela é uma das atrações do S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L, festival de sonoridade mais indie que ocupará o Parque Municipal, hoje e amanhã.


Ainda fazem parte da programação o street jazz da banda mineira Zimun, o power trio paulistano O Terno, além de Pequena Morte. Os shows estão marcados para as 19h.

O S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L também terá estrangeiros. São os argentinos da La Sasasa, conhecida como “banda desarmónica de atrevimientos culturales”. O som deles tem foxtrots, polcas e outros ritmos influenciados pelo rock, ska e música cigana.

Tem mais: o encerramento da maratona fica por conta de Mákina Kandela, com representantes do Chile e da Colômbia. Não é necessário retirar ingressos, mas o espaço é limitado a 7 mil pessoas. Todas as atrações são gratuitas.
http://www.facebook.com/festivalsensacional

Destaques
HOJE
• 20h – Thiago Delegado e Renegado. Palco BDMG Instrumental no Teatro da Biblioteca Pública Luiz de Bessa. Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).
• 20h – Jimmy Duchowny Quarteto convida Mark Lambert (EUA). Mercado Grano. Couvert: a definir.
• 20h – André Dolabella Solo. Idea – Centro Cultural. Ingressos: R$ 25 (inteira) e R$ 12,50 (meia)

AMANHÃ
• 16h – Hércules Gomes e Lucas Telles Duo (SP/BH). Memorial Vale. Entrada franca
• 16h – Alon Yavnai e Joca Perpignan (Israel). MM Gerdau. Entrada franca
• 18h – Geraldo Vianna. Palco BDMG Instrumental no Teatro da Biblioteca Pública Luiz de Bessa. Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).
• 20h30 – Noite de Gala Prudential – Edu Lobo e Orquestra Ouro Preto convidam Gilson Peranzzetta (piano e arranjos) e Mauro Senise (sax e flauta). Sala Minas Gerais. Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).
• 21h – Jazz Remixed – DJ Thiago Pereira. Café com Letras Savassi. Couvert: R$ 3,50

DOMINGO
• 15h15 – Hércules Gomes Trio (SP); 17h – Alon Yavnai e Joca Perpignan (Israel); 18h45 – Marcos Paiva Sexteto MP6 (SP); 20h30 – Lembranças de Vinicius Dorin. Palco Pitágoras Savassi, em frente ao Café com Letras Savassi. Troca de ingressos por 1kg de alimento não perecível (exceto sal e fubá) no Café com Letras.
• 18h – Guanduo convida Rafael Martini. Palco BDMG Instrumental do Teatro da Biblioteca Pública Luiz de Bessa. Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA