São Pedro é 'padroeiro' dos Stones no Brasil; em 95, a banda estreou debaixo de toró

Há 20 anos, turnê Voodoo Lounge marcou o primeiro show da banda britânica no país

por Estado de Minas 20/02/2016 21:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Chuva não é problema para eles. São Pedro compareceu -- com força -- na estreia do Rolling Stones no Brasil. Em 1995, choveu a valer em São Paulo e no Rio de Janeiro quando Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ron Wood trouxeram ao país a turnê Voodoo lounge, de seu 20º disco de carreira, com apresentações nos estádios do Pacaembu (em 27, 28 e 29 de janeiro) e Maracanã (2 e 4 de fevereiro).

Neste sábado de 2016, o Sol brilhou com força à tarde, com sensação térmica passando de 41° na porta do Maracanã, 'fritando' os fãs que se esforçaram para conseguir bons lugares na pista, pertinho do palco. Tinha até gente de guarda-chuva para encarar o verão. No começo da noite, um temporal recepcionou os fãs e os guarda-chuvas cumpriram sua missão.

O show está marcado para as 21h30 e o público está animado, debaixo de suas capas de plástico. Não é para menos: são 286 anos de rock em cima do palco: Mick tem 72, Keith, 72; Charlie, 74; e Ron, 68. O set list da noite terá vários clássicos do grupo: Gimme shelter, (I can’t get no) Satisfaction, Jumpin' Jack Flash, Sympathy for the devil, Start me up e Miss you.

Curiosidade: outro clássico dos Stones, Honky tonk women, foi composto no Brasil em 1968, quando Keith Richards e Mick Jagger se hospedaram em uma das fazendas do banqueiro mineiro Walter Moreira Salles, pai do cineasta Walter Salles, diretor de Central do Brasil.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA