Marina Machado e Lula Queiroga "disputam" microfone do Granfinos

Mineira e pernambucano se apresentam no projeto Meio de campo, que acontece no sábado, 16

por Ana Clara Brant 15/11/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Moacir Torres/divulgação
Lula Queiroga promete música de Pernambuco com harmonia de MG (foto: Moacir Torres/divulgação)

Uma partida de futebol cujos craques são a cantora mineira Marina Machado e o cantor, compositor e poeta pernambucano Lula Queiroga. Cada um vai “jogar” 45 minutos. Depois do tempo regulamentar, eles se enfrentarão durante a prorrogação de meia hora. Está estranhando? Na verdade, os dois vão participar sábado, 16, no Granfinos, do projeto Meio de campo, que tem o objetivo de promover o encontro da música produzida em Minas Gerais com a de outras regiões.

O formato da iniciativa usa como metáfora o jogo de futebol, com direito a partida, intervalo e prorrogação. “Estamos aí para jogar, né? Espero que, além do jogo e da prorrogação, o juiz dê uns acréscimos e promova disputa de pênaltis. Tenho certeza de que será uma experiência muito bacana”, brinca Lula.

Marina Machado abre o jogo acompanhada de Celinha Braga (vocais), Alexandre Mourão (baixo), Lenis Rino (bateria), Tiago Borba (violões e ukelele) e Richard Neves (teclados), com o repertório de seu último disco, Quieto um pouco, além de fazer um apanhado de toda a carreira.

Lula apresenta um mix de sua trajetória com repertório inspirado em seu último trabalho, o CD Todo dia é o fim do mundo. Ele estará acompanhado de Lucky Luciano Queiroga (baixo), Tostão Queiroga (guitarra), Thiago Hoover (guitarra) e Jean Pierre (sampler e teclados).

Prorrogação

As surpresas devem ficar por conta da prorrogação. Marina, que chegou até a passar réveillon na casa de Lula Queiroga, no Recife, é só elogios ao amigo. Ela considera o pernambucano um dos melhores letristas do país. Os dois ainda não fecharam o repertório. “A gente tem se falado pelo telefone. Acho que Discovery, música dele que gravei com o Milton Nascimento em um dos meus discos, deve fazer parte de nosso show. Lula é muito fã do Clube da Esquina, pode ser que a gente toque algo nesse sentido. Vamos decidir aos 45 do segundo tempo”, diverte-se a cantora.

O pernambucano reforça as referências mineiras em seu trabalho e no de Lenine, parceiro habitual. Isso se dá especialmente na harmonia. “Música é muito maior do que ensaio. Você está ali solto, livre, e vai sentindo a história. Muitos shows meus se desenrolaram assim e foram ótimos. Não há muito mistério: como a gente já tem sintonia, o resultado será bacana”, garante.

MEIO DE CAMPO


Com Marina Machado e Lula Queiroga. Sábado, 16, a partir das 22h.
Granfinos. Av. Brasil, 326, Santa Efigênia
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) + 1 peça de roupa em bom estado ou 1kg de alimento não perecível. Vendas: no local e www.sympla.com.br.
Informações: (31) 3241-1482.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA