Famosos se manifestam sobre a greve geral de 28 de abril

Apresentadores, atores, escritores, esportistas e influenciadores argumentaram contra e a favor da paralisação

por Estado de Minas 27/04/2017 17:16

Reprodução/Twitter
Leandra Leal se diz "contra essas reformas que acontecem sem debate e transparência" (foto: Reprodução/Twitter)
A greve geral marcada para a próxima sexta-feira, 28, convocada por centrais sindicais contra as reformas previdenciária e trabalhista e a lei da terceirização está mobilizando todos os setores do Brasil, seja contra ou a favor. As celebridades, por sua vez, não ficaram de fora.

 

Leandra Leal, Camila Pitanga, Paola Carosella, Gal Costa e PC Siqueira, conhecidos por seu engajamento político, se declararam em apoio a greve. "#EuApoioAGreveGeral pq sou contra essas reformas que acontecem sem debate e transparência, orquestradas por uma classe política corrupta", escreveu a atriz Leandra Leal. "A greve de sexta é contra a reforma que quem perde é o trabalhador, independente de quem apoia ou não", argumentou Inês Brasil. 

 

Em contrapartida, Aguinaldo Silva e a jogadora de vôlei Ana Paula ironizaram o movimento. "Vem cá, essa greve geral de amanhã foi convocada contra o quê: o excesso de feriados? ou pelo fim de semana prolongado? ... Melhor, só férias", indagou o autor. "Greve? Gente que só mamou nas tetas do Estado a vida toda agora quer chorar. 13 milhões sem emprego, país na lama e vamos fazer o que? Birra. Palhaçada", escreveu a esportista em seu Twitter. 

 

Gal Costa, Matanza, o grupo Grande Encontro que reúne Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, Flávio Venturini, Sá & Guarabyra e a banda 14 BIS adiaram os shows marcados para esta sexta-feira, 28. Xico Sá também anunciou o adiamento de seus compromissos por conta da paralização. 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO