One Direction já foi expulso de hotel por Trump

Liam Payne afirmou que o presidente dos Estados Unidos expulsou os garotos do grupo por eles se recusarem a conhecer a filha dele

por Estado de Minas 17/03/2017 14:24

Stephen Lovekin/Getty Images/AFP
Liam também falou sobre a gravidez da namorada Cheryl Cole (foto: Stephen Lovekin/Getty Images/AFP)
Liam Payne revelou, durante uma entrevista a revista Rollacoaster, que a banda One Direction já foi expulsa de um hotel de Donald Trump, em Nova York. O cantor disse que o presidente dos Estados Unidos pediu que o grupo conhecesse sua filha, mas teve o pedido negado.

 

"Donald Trump na verdade nos botou para fora do hotel dele uma vez. Você não acreditaria. Porque ele queria que a gente conhecesse a filha dele. Ele ligou para o nosso empresário e estávamos dormindo. Ele disse: 'Bem, acorde eles'. Tipo, 'não'. Daí ele não nos deixou usar a saída pelo subsolo. Obviamente, em Nova York nós não podemos realmente sair. Nova York é cruel para nós. Então ele ficou tipo 'Ok, então não quero vocês no meu hotel'. Então tivemos que ir embora", contou ele.

 

Segundo Liam, o episódio aconteceu antes de Trump se tornar presidente. Até então, o presidente não se manifestou sobre as alegações do cantor.

 

Ainda na entrevista, Liam falou pela primeira vez sobre a gravidez de sua namorada, Cheryl Cole. "Eu obviamente tenho a mais bela namorada do mundo todo e ela é totalmente maravilhosa. Ela é minha garota dos sonhos desde que eu era novinho. Ela é uma pessoa maravilhosa e é incrível ter alguém que tenha se relacionado com tantas coisas, alguém que está tomando passos maiores que eu", se declarou. Cheryl assumiu a gravidez de Liam em fevereiro, durante uma sessão de fotos para uma marca de cosméticos. O casal está junto desde dezembro de 2015. 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO