BBB16: Em dia de final, relembre as principais polêmicas desta edição

De polêmica racial a trollagens, veja lista com os principais acontecimentos da 16ª edição do BBB

por Diário de Pernambuco 05/04/2016 17:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Globo/Divulgação
Peça-chave no BBB 16, Ana Paulo continuou influenciando o rumo da competição mesmo fora da casa (foto: Globo/Divulgação)

Na disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão, a 16ª edição do Big Brother Brasil colecionou polêmicas nos três meses que o programa ficou no ar. Apesar de ter sido desclassificada, a peça chave desta edição, foi a mineira Ana Paula. A integrante deu o que falar dentro e fora da casa. Por semanas consecutivas, além de salvar o programa do marasmo, continuou influenciando o rumo da competição mesmo de longe.

A grande vencedora do BBB 16 será anunciada nesta terça-feira (5), após a novela Velho Chico. A final terá participação de Ivete Sangalo, Wesley Safadão e Ludmilla. Além do resultado final, a expectiva está no reencontro dos ex-participantes.

Veja uma lista com os principais acontecimentos da 16ª edição do BBB:

Olha elaaa!

A mineira Ana Paula protagonizou polêmicas dentro da casa. Ela foi a primeira participante a ser desclassificada por agressão. Durante uma festa, a sister provocou uma briga com Adélia e Renan e terminou dando dois tapas no rosto de Renan. No outro dia, foi expulsa da casa por descumprir as regras do reality. Durante o confinamento, Ana Paula provocou vários participantes. Certa vez, ela arrumava as malas dizendo que iria desistir do jogo e criticou a psicóloga da produção: "Eu detesto aquela velha".

Amor de mentirinha


A entrada repentina do ator libanês Juliano Laham no jogo despertou o interesse da goiania Munik. Após troca de olhares e conversas, os dois se beijaram. O ator entrou na casa para fazer uma pegadinha com os participantes e permaneceu por dois dias. Ao descobrir a farsa, Munik lamentou: "Tô com o meu coração partido".

Paredão falso

Ana Paula foi indicada para o paredão pela líder Juliana e recebeu 74% dos votos. Na verdade, ela foi escolhida para ficar confinada em um quarto à parte, no segundo andar da casa. Ao voltar para a competição, ela "deu a volta por cima" com estilo e ainda recebeu uma imunidade. O episódio ganhou repercussão. Quando Ana Paula entrou no quarto do líder para acordar a rival Juliana gritando o clássico bordão: "Olha elaaaaa".
Globo/Divulgação
Briga entre Ana Paula e Renan termina em tapas e na desclassificação da loira (foto: Globo/Divulgação)

Desistência

O doutor em Filosofia Alan, de 34 anos, desistiu do reality show para atender o pedido do pai, diagnosticado com câncer no pulmão. Cerca de 20 dias depois, Ailson Lopes faleceu aos 76 anos, em Natal, no Rio Grande do Norte. "Vejo que fiz a escolha certa. Não me arrependo", disse o ex-BBB ao Gshow.


Edredom


O único casal da edição, Matheus e Maria Claudia, protagonizaram cenas quentes embaixo do edredom. Na época, a mãe do rapaz, Socorro Carneiro, não aprovou a noite de amor explícita e chegou a dizer em entrevistas que desligou a televisão para não ver o filho transando com a youtuber.

Globo/Divulgação
O único casal da casa protagonizou poucas cenas quentes no edredom (foto: Globo/Divulgação)


Pedofilia

A briga entre Ana Paula e Laércio esquentou as primeiras semanas do programa. Eles começaram a brigar por causa da limpeza do banheiro. Em outro momento, o designer de tatuagens barbudo comentou que gostava de namorar "novinhas" e que teve relacionamento com uma menina de 17 anos. Revoltada, a jornalista o chamou de "velho, fedido, nojento e pedófilo". RacismoLogo na estreia da edição, um boneco-esponja negro e com cabelo black power chamou a atenção do público. O objeto foi alvo de críticas relacionadas ao racismo nas redes sociais. Dentro da casa, os participantes se negaram a usar o boneco como esponja de prato e o apelidaram de Will. O utensílio foi adotado como enfeite de mesa.

 

Racismo

Logo na estreia da edição, um boneco-esponja negro e com cabelo black power chamou a atenção do público. O objeto foi alvo de críticas relacionadas ao racismo nas redes sociais. Dentro da casa, os participantes se negaram a usar o boneco como esponja de prato e o apelidaram de Will. O utensílio foi adotado como enfeite de mesa.

Globo/Divulgação
Apelidado de Will, objeto passou a ser enfeite de mesa (foto: Globo/Divulgação)
 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO