Humorístico 'Vai que cola' convence na estreia da segunda temporada

Programa já tem até uma terceira sequência confirmada e planeja um filme para o próximo ano

por Helvécio Carlos 03/09/2014 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Multishow/Divulgação
(foto: Multishow/Divulgação)
Rio –
'Vai que cola' colou! Recordista em audiência na TV a cabo, o programa estreou sua segunda temporada em clima de festa, enfrentando com  tranquilidade o desafio de apresentar ao vivo o primeiro episódio da nova jornada. “Apesar de estarmos bem preparados, um imprevisto poderia ocorrer.  Alguém esquecer o texto, um ator passar mal, um dos dois microfones não funcionar”, comentava o diretor João Fonseca, minutos antes de a atração do canal Multishow ir ao ar, anteontem, no HSBC Arena.

O episódio exigiu dedicação do elenco. Acostumada a fazer apenas um ensaio por semana, a trupe ensaiou sete dias para tudo dar certo. A segunda temporada terá 40 episódios – 38 já estão prontos. Anteontem, as novidades foram a reforma da pensão de dona Jô (Catarina Abdalla), a revelação de que Velna (Fiorella Mattheis) não é gringa, mas carioca de Cascadura, e Ferdinando (Marcus Majella) surgir como drag queen de uma boate gay suburbana.

Nos próximos episódios, o elenco ganhará reforço: Tatá Werneck, Fábio Porchat, Julia Rabello e Marcelo Medici. Paulo Gustavo vai se dividir entre o trambiqueiro Valdomiro Lacerda e personagens interpretados por ele em '220 volts', que farão participações especiais em 'Vai que cola'.

O sucesso do humorístico já garantiu a terceira temporada no Multishow, em 2015. Mas João Fonseca, por enquanto, se preocupa com o cinema. Ano que vem, o programa dará origem a um longa dirigido por ele e por César Rodrigues.

Meia hora antes do início da exibição, Dani Monteiro entrou em cena para aquecer a plateia, formada por 200 convidados. “Vamos fingir que estamos ao vivo com uma animação básica. Quando essa gata, a Fernanda, levantar os braços, vocês batem palma”, ensinou a apresentadora, sem esconder a ansiedade. “Estou muito nervosa”, confessou.

Paulo Gustavo também mostrou um certo nervosismo, esquecendo o texto algumas vezes. “Ah, pode ser um caco. Eleémuito bom e o público adora ver ator no sufoco”, comentou um dos convidados. Entre os VIPs na plateia, a atriz Fabiula Nascimento era das mais animadas. Não foi a única. O público morreu de rir.

*O repórter viajou a convite do Multishow

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO