Sistema de segurança baseado no Kinect é usado na fronteira das Coreias

Zona desmilitarizada é monitorada por tecnologia que veio dos games

por Fernanda Machado 03/02/2014 14:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Microsoft/Divulgação
(foto: Microsoft/Divulgação)
A Coreia do Sul implementou um sistema de segurança na zona desmilitarizada das Coreias (ZDC) com base no Kinect, da Microsoft. A tecnologia é usada desde agosto, mas só foi revelada ao público em janeiro. Entre outras capacidades, o sistema pode detectar seres vivos e distinguir a diferença entre humanos em animais. É especialmente útil porque a ZDC é uma área desocupada de civis desde o fim da guerra das Coreias e, justamente por isso, tomada pela vida selvagem. Como qualquer presença humana por ali pode significar o fim da trégua entre as duas nações, é interessante uma solução de segurança capaz de perceber com clareza quando o invasor é na verdade um animal.

E segundo o programador do sistema, Jae Kwan Ko, a próxima versão dele será capaz de detectar batidas de coração e temperatura do corpo – algo como evoluir o hardware do Kinect do 360 para a versão do Xbox One, que ainda não foi lançado oficialmente no país – deve chegar até o fim deste anos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GAMES