Interior leva 90% dos recursos do Fundo Estadual de Cultura

Site da Secretaria de Estado da Cultura divulga a lista de propostas que serão contempladas em 2016

por Carolina Braga 29/10/2015 12:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paulo Filgueiras / E.M/D.A.Press
Festa da Goiaba de São Bartolomeu é um dos projetos contemplados no Fundo Estadual de Cultura (foto: Paulo Filgueiras / E.M/D.A.Press)

A Secretaria de Estado da Cultura divulgou a lista dos projetos contemplados no Fundo Estadual de Cultura (FEC). Os recursos serão destinados a 230 propostas de todas as regiões de Minas Gerais. O interior foi o maior beneficiado: 90% dos recursos serão repassados a propostas de fora de Belo Horizonte.

Em 2014, o orçamento do FEC somou R$ 400 mil. No primeiro semestre de 2015, o governo anunciou a ampliação para R$ 7,5 milhões. Os recursos foram provenientes de cortes realizados pelo governo. Cerca de R$ 5 milhões vieram do cancelamento do contrato com o Instituto Sérgio Magnani, antigo gestor do Circuito Cultural Praça da Liberdade.
De acordo com o site da Secretaria de Estado da Cultura (www.cultura.mg.gov.br), 25,95% do montante será destinado a propostas apresentadas por prefeituras.

A Prefeitura de Aiuruoca, no Sul de Minas, receberá R$ 75 mil para destinar ao resgate cultural dos 300 anos da paróquia Nossa Senhora da Conceição. A Festa Cultural da Goiaba, no distrito de São Bartolomeu (Ouro Preto), foi contemplada com R$ 20 mil. O encontro regional de folclore de Penha do Cassiano, em Governador Valadares, levou R$ 50 mil. A capacitação de músicos da Banda Santa Cecília, em Belo Vale, R$ 45 mil. O maior valor, R$ 89 mil, será destinado à restauração do telhado original do Espaço Comum Luiz Estrela, em Belo Horizonte.

O dinheiro foi dividido de acordo com o porte dos projetos: R$ 5 milhões para propostas de até R$ 30 mil e R$ 2,5 milhões para aqueles de até R$ 100 mil.

 

Confira a lista dos aprovados

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS