Terceira edição do Noturno nos Museus movimenta espaços culturais

Moradores acompanharam a extensa programação do evento no Circuito Cultural Praça da Liberdade

por Ailton Magioli 17/07/2015 19:59

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Moradores se divertiram com a própria sombra
Túlio Santos/EM/D.A Press (foto: Moradores se divertiram com a própria sombra)
A terceira edição do Noturno nos Museus, da Fundação Municipal de Cultura, movimenta Belo Horizonte nesta noite, independente do arrefecimento característico da época. De ponta a ponta, moradores se movimentam para
acompanhar a extensa programação que ocupa museus e espaços culturais da capital, como o Circuito Cultural Praça da Liberdade, onde a dentista Doriane e o funcionário público Rafael Corrêa levaram os filhos Rafael, de
2 anos, e Lucas, de 8 anos, para se divertir com a própria sombra.

 Estrategicamente instalada entre o Memorial Minas Gerais e o Museu das Minas e do Metal, uma tela de 3 metros de altura e 4 metros de largura era responsável pelo teatro de sombras praticado pelos meninos. Diante de três refletores RGB, nas cores verde, vermelho e azul, eles faziam a cena enquanto os pais aproveitavam para relaxar, depois de mais um dia de trabalho. "Estou achando bacana demais, principalmente para a criançada, que se diverte", disse a dentista, que saiu do bairro Cruzeiro para levar os filhos à Praça da Liberdade, onde o surpreendente repicar de sinos prometia atrair mais público para o Noturno nos Museus, com a exibição do projeto Som dos sinos, no Espaço do Conhecimento UFMG. Já exibido no circuito histórico do estado, o filme com 60 minutos de duração,o filme com depoimentos de sineiros mineiros encerra-se com uma verdadeira sinfonia de sinos, com 8 minutos de duração, da mais pura emoção.


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS