Romancista francês Patrick Modiano vence prêmio Nobel de Literatura

Em comunicado, Academia Sueca ressaltou a colaboração do escritor ao mostrar ao mundo a ocupação nazista na França

por AFP - Agence France-Presse 09/10/2014 08:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO / MARTIN BUREAU
O escritor francês Patrick Modiano, em foto de 2003 (foto: AFP PHOTO / MARTIN BUREAU )
O francês Patrick Modiano venceu o prêmio Nobel de Literatura nesta quinta-feira. O autor, de 69 anos, dedicou sua vida a estudar a ocupação nazista na França e suas consequências para o país. O escritor foi premiado por apresentar em seus trabalhos a "arte da memória, com a qual evocou os destinos mais inalcançáveis do ser humano", informa a Academia Sueca em comunicado.

Patrick nasceu em um subúrbio no oeste de Paris dois meses após o término da Segunda Guerra Mundial, ocorrido em julho de 1945. Modiano é filho de um judeu de origem italiana, que conheceu sua mulher, uma atriz belga, durante a ocupação nazista em Paris.

As origens de Modiano influenciaram as suas obras, que têm como temas recorrentes a sua ascendência judia, a ocupação nazista e a perda da identidade. O seu livro 'La Place de l'Étoile' ('A praça da estrela', sem tradução para o português), publicado em 1968, foi aclamado na Alemanha como uma importante obra dentre os trabalhos escritos após o Holocausto.

"Seus livros dialogam entre si; são ecos uns dos outros", afirmou o secretário permanente da Academia, Peter Englund, à rede de TV sueca SVT. "Isso faz com que o seu trabalho seja único. Você pode dizer que ele é algo como o Marcel Proust de nosso tempo".

Modiano deve o início de sua carreira ao escritor francês Raymond Queneau, que era amigo de sua mãe e o apresentou à editora Galimard, por volta dos seus vinte anos de idade.

Modiano escreveu o livro 'Rue des Boutiques Obscures' ('Missing Person', em inglês, sem tradução para o Brasil) que, em 1978, venceu o prêmio Prix Goncourt de literatura francesa. Em 2012, ele também venceu o Prêmio de Literatura Europeia do Estado Austríaco. O autor hoje mora em Paris e é avesso à mídia, raramente concedendo entrevistas.

O escritor, que publicou mais de 40 trabalhos em francês, também fez livros infantis, roteiros de filmes e o longa-metragem "Lacombe, Lucian", com o diretor Louis Malle. Ele ainda foi membro do júri do Festival de Cannes em 2000.

Em 2013, o Prêmio Nobel de Literatura foi entregue à autora canadense Alice Munro, por sua maestria em escrever contos.

Também já foram anunciados os vencedores dos prêmios Nobel de Medicina, Física e Química. Ainda serão divulgados os ganhadores do Nobel da Paz (sexta-feira) e da Economia (13 de outubro).

Os certificados dos vencedores serão entregues no dia 10 de dezembro, aniversário de morte do fundador da premiação, o cientista Albert Nobel, que morreu em 1896.

Confira lista dos últimos 15 vencedores do Prêmio Nobel de Literatura:

2013: Alice Munro (Canadá)

2012: Mo Yan (China)

2011: Tomas Transtrümer (Suécia)

2010: Mario Vargas Llosa (Peru)

2009: Herta Mueller (Alemanha)

2008: Jean-Marie Gustave Le Clezio (França)

2007: Doris Lessing (Grã-Bretanha)

2006: Orhan Pamuk (Turquia)

2005: Harold Pinter (Grã-Bretanha)

2004: Elfriede Jelinek (Áustria)

2003: J.M. Coetzee (África do Sul)

2002: Imre Kertesz (Hungria)

2001: V.S. Naipaul (Grã-Bretanha)

2000: Gao Xingjian (França)

1999: Gunter Grass (Alemanha)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS