Pottermore publica a segunda parte do livro sobre copa mundial de quadribol

Autora britânica J. K. Rowling lança história ligada à saga Harry Potter, que continua rentável

por Camila Souza 21/03/2014 10:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Foto: Warner Bros./Divulgação
A saga de 'Harry Potter' foi adaptada ao cinema e repercutiu em vários outros produtos culturais (foto: Foto: Warner Bros./Divulgação)
Sentada em um café escuro, em Edimburgo (Escócia), no final de 1994, J.K. Rowling fez história ao escrever, à mão, a série de livros Harry Potter. Diante do sucesso literário, a saga foi adaptada ao cinema e repercutiu em vários outros produtos culturais, como a segunda parte do texto 'History of the quidditch world cup' ('História da copa do mundo de quadribol', em tradução livre), publicada nesta sexta-feira no site Pottermore. O portal é conhecido por gerar novos conteúdos sobre o mundo bruxo. E não são poucos.

Só da mente criativa da best-seller J.K., esse universo paralelo reverberou em vários outros livros, como 'Animais fantásticos e onde habitam'. Escrito sob o pseudônimo Newt Scamande, a obra foi objeto de estudo de Harry na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. O título ganhou as prateleiras do mundo real (e, em breve, chegará ao cinema) para delírio dos fãs, órfãos desde 2011, ano do último filme.

Tudo é fruto da parceria milionária entre a escritora e a Warner. Embora não se saiba o montante deste pacto, os estúdios e a autora têm mais cartas na manga a serem reveladas nos próximos meses. Até lá, resta aos admiradores conferirem o quanto ainda rende a saga.

Malfeito feito
Dois anos após o lançamento do último filme da franquia, 16 selos foram lançados nos Estados Unidos. Cada personagem com o seu, ao preço de US$ 0,46. O lançamento foi criticado. Conservadores questionaram a valorização do pop em detrimento de personalidades que contribuíram para o país.

Obliviate
A possibilidade de a saga virar série de TV sempre mexeu com o público. A ideia é retratar parte do universo bruxo ainda não explorado nos filmes. Harry seria apenas parte da história. Não o protagonista. Nos bastidores, comenta-se que o plano de J.K e da Warner é usar os mistérios de Hogwarts como foco da nova produção.

Prepare o pó de flu
O Wizard World of Harry Potter, em Orlando, será ampliado até julho com mais três atrações, A fuga de Gringotes, o novo Beco Diagonal e o Expresso de Hogwarts. Tudo supervisionado pela própria J.K Rowling. Já em Los Angeles, o Universal Studios Hollywood ganhará um parque temático dedicado ao bruxo, de US$ 1,6 bilhões.

Arania Exumai
J.K Rowling formalizou uma nova parceira com a Warner no ano passado: a adaptação do livro Animais fantásticos e onde habitam ao cinema. O spin-off deve mostrar Hogwarts 70 anos antes da chegada de Harry. O estúdio garantiu ainda direitos sobre Os contos de Beedle, o Bardo e Quadribol através dos séculos - ambos de J.K..

Homonculous
Um ano antes do último filme, a marca Lego transformou a franquia em bonecos de plástico. A linha virou um game, em que os personagens e cenários – inclusive a escola de Hogwarts, foram retratados. Lego Harry Potter years 1-4 conta a história dos quatro primeiros livros (e filmes) da série.

Lumus
J.K. anunciou nas redes sociais que vai produzir uma peça baseada em Harry Potter ainda neste ano. De acordo com o post, ela vai se juntar aos produtores teatrais Sonia Friedman e Colin Callender. A ideia é explorar a história de Harry antes de Hogwarts, quando ele morava com os tios, embaixo da escada.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS