Exposição 'Um passo, uma dança' relembra obra de Dora Guimarães

Obras da artista ficarão expostas de 26 de agosto na galeria Vila 211, em Belo Horizonte

por Fernanda Machado 26/08/2013 14:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Divulgação
Artista teve na feminilidade o foco central de suas obras. Exposição que começa esta segunda segue até o dia 6 de setembro (foto: Divulgação)
A partir desta segunda-feira, 26, a galeria Vila 211 presta uma homenagem póstuma a Dora Guimarães com a exposição 'Um passo, uma dança', elaborada pela artista plástica antes de sua morte, em junho de 2012.

 

Consagrando suas mais qualificadas obras, a instalação apresenta as obras mais qualificadas de Dora e tem como cerne a ligação da artista com a dança, o estilo contemporâneo das obras em cerâmica e a inovação da técnica autoflaguante, que mistura cerâmica e cimento queimado.

 

Com seus primeiros trabalhos em cerâmica iniciados em 1998, Dora Guimarães teve na feminilidade o foco central de sua obra. A figura feminina, parte marcante de seus trabalhos, se tornou ainda mais evidente no período de 2007 a 2009, momento em que a artista aprimorou a técnica autoflaguante.

 

Para a expert Zahira Souki, “o contato com as esculturas de Dora nos coloca frente a uma provocação: existe uma sugestão de luta entre liberdade e cerceamento? O espectador não se satisfaz em defini-las somente como exuberantes figuras femininas. De que a artista estaria falando? Da condição da mulher ou da celebração da vida? Objetos rudes servem para expressar delicadeza, levanta muitas questões sem deixar respostas, é um recurso que faz parte da linguagem artística contemporânea”.

Exposição – Dora Guimarães, 'Um passo, uma dança'

Artista: Dora Guimarães (In memorian)
Curadoria: Paula Guimarães e Terezinha Gazzinelli
Data: De 26 de agosto a 06 de setembro
Local: Galeria Vila 211, Rua Estevão Pinto, 211, Serra.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS