Ben Affleck explica por que excluiu suas cenas de sexo do novo filme

'A lei da noite', dirigido e estrelado pelo ator, deve estrear no Brasil em fevereiro

por Estado de Minas 13/01/2017 12:08

Warner Bros. Pictures/Divulgação
Ben Affleck no pôster de 'A lei da noite' (foto: Warner Bros. Pictures/Divulgação)
 

 

Em entrevista à Associated Press, o ator e cineasta Ben Affleck disse que precisou cortar algumas cenas de sexo em que aparecia no novo filme dirigido e estrelado por ele mesmo, a ação A lei da noite. No longa, que se passa nos Estados Unidos da década de 20, durante a proibição do comércio de álcool no país, o personagem de Affleck se envolve com a mulher de um chefão da máfia, ao mesmo tempo em que pensa em abandonar o crime.

"Eu só tento me fazer parecer o melhor possível", disse ele, sobre as cenas sexuais no cinema, "Eu só penso: 'Qual é o meu aspecto sexual mais charmoso?' e tento colocar isso no filme". Nas gravações do novo longa,  porém, ele não ficou feliz com o resultado: "Tive que cortar [cenas]. Eram deprimentes demais. Eu parecia um urso polar doente".

Uma das colegas de cena de Affleck, Sienna Miller, que interpreta uma dançarina no filme, também falou sobre as cenas para o E! News: "É engraçado!", ela disse, "Ben e eu somos como irmão e irmã, graças a Deus, então não teve constrangimento. Rolaram muitas risadinhas estúpidas. Ele é bem profissional - eu não sou, mas ele é". E as cenas foram longas, segundo ela: "Tinha uma parte do roteiro dizendo que a gente transava em todo lugar: no carro, no bar... Eu fique, tipo, "é um dia inteiro só gravando cenas de amor!".

Ao todo, Miller revela que foram nove horas encenando sexo com Affleck. Ele preferiu fazer longas sequências, sem corte, o que levou a atriz às gargalhadas, nas palavras dela: "Eu estava, tipo, 'Eu não sei o que você quer dizer às pessoas, Ben, sobre sua destreza sexual".

 

Assista ao trailer de A lei da noite, que deve estrear no Brasil 23 de fevereiro:

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA