Vinte anos sem Marcello Mastroianni

Ator italiano faleceu em 19 de dezembro de 1996

20/12/2016 10:59

Reprodução
Marcello Mastroianni em La dolce vita (1960), um dos maiores sucessos de sua carreira (foto: Reprodução)

A morte de um dos ícones do cinema clássico, o ator italiano Marcello Mastroianni, completou 20 anos, nesta segunda-feira,19. Nascido em 28 de setembro de 1924, em Fontana Liri, pequena cidade da Ciociaria, Marcello Vincenzo Domenico Mastroianni estreou no teatro em 1946, sob a direção de Luchino Visconti. Em 1950, Mastroianni se casou com a atriz Flora Carabella, quando teve sua primeira filha, Barbara. No ano de 1972 nasceu sua segunda herdeira, Chiara, com Catherine Deneuve.


Ao longo de sua carreira, conquistou fama após participar do filme "The Big Deal" (1958), no papel do fotógrafo Tibério. Em 1960, atingiu o auge como o repórter sem caráter no famoso "A doce vida", do diretor Federico Fellini. Conhecido como o artista preferido de Fellini, Mastroianni estrelou sucessos como "Os companheiros", "Cidade das Mulheres" e "Ontem, hoje e amanhã", no qual atuou com Sophia Loren.

 


Ao todo foram 12 filmes gravados com a estrela. Durante sua carreira, o ator também participou dos clássicos "Oito e meio" (1963), "Matrimônio à Italiana" (1964), "Um dia muito especial" (1977), "A noite" (1961), "A comilança" (1973), "Ginger e Fred" (1986), "Olhos Negros" (1987), entre outros. Mastroianni, que estrelou 160 filmes, faleceu aos 72 anos de idade no dia 19 de dezembro de 1996, em Paris, em decorrência de um câncer de pâncreas. (ANSA)



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA