Protagonista diz ter sido assediada por Hitchcock nas gravações de 'Os pássaros'

Tippi Hedren lançou a biografia A Memoir, em que revela os detalhes da sua relação com o diretor

por Diário de Pernambuco 31/10/2016 13:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Allstar/Universal
Cena com pássaros reais foi uma retaliação proposta pelo diretor. (foto: Allstar/Universal)
 
 
A atriz Tippi Hedren falou sobre os assédios que sofreu durante as filmagens de Os passáros. Na biografia Tippi: A memoir, ela revela detalhes de como era constantemente perseguida pelo diretor Alfred Hitchcock nos seis meses que passou ao seu lado, sendo intimidada e tratada de forma diferente dos outros integrantes da equipe.

Tippi conta que Hitchcock instruiu o resto do elenco a não conversar ou tocar nela. Quando a via conversando com outras pessoas, sobretudo homens, passava a agir de forma fria e era mais duro com ela durante as filmagens. Um dos momentos mais intimidadores, de acordo com a atriz, foi quando ele tentou violentá-la na traseira de uma limusine. 

 
Ao se negar a proceder o ato com ele, Tippi sofreu retaliações ao longo dos dias restantes de filmagens. Na clássica cena em sua personagem é atacada por pássaros, aves reais foram usadas em vez de mecânicas, como havia sido prometido a ela. Os animais a atacaram, deixando ferimentos reais. Por recomendações médicas, a atriz precisaria passar uma semana em repouso após tais gravações mas teve a licença negada por Hitchcock. 

A situação era perceptível por todos os colegas de elenco. A atriz Suzanne Pleshette chegou a conversar com Hedren sobre o caso. ''Eu prometo que fazer filmes nem sempre é assim'', disse para a novata. 

Tippi Heldren voltou a trabalhar com Hitchcock em 1964, no longa Marnie, confissões de uma ladra. Ela voltou a sofrer assédios durante as filmagens e decidiu não mais trabalhar com ele, mesmo tendo ainda um contrato de dois anos. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA