Ministério da Cultura anuncia edital com reserva para cineastas negros

Dos 22 filmes eleitos, três serão dirigidos por negros

30/12/2015 12:07

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Facebook/Reprodução
Jefferson De, diretor de 'O amuleto' (foto: Facebook/Reprodução)
O Ministério da Cultura anunciou um edital indicado para o financimaneto de 22 filmes brasileiros de baixo orçamento. Ao todo, a quantia destinada aos projetos é de R$27,5 milhões. Uma das preocupações do MC é dar espaço a representatividade e a diversidade.

 

O edital prevê dez projetos de temática livre, nove longas-metragens infanto-juvenis, enquato três filmes, de tema também livre, deverão ser dirigidos por diretores negros. A prática de reservar cotas étnicas já ocorreu para a produção de curtas-metragens, mas é a primeira vez que o Ministério da Cultura aplica a resguarda para projetos de longas.

 

O governo também se preocupa com a distribuição geográfica dos benefícios, determinando um número máximo de filmes contemplados por região brasileira. A inscrição dos projetos começa no dia 19 de janeiro.

 

Longas-metragens brasileiros dirigidos por profissionais negros que fizeram sucesso em 2015, como O amuleto, de Jeferson De, Quase samba, de Ricardo Targino, e O grande kilapy, de Zezé Gamboa.

 

Confira o trailer de 'O Amuleto': 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA