Elenco de 'Jogos Vorazes' homenageia vítimas de ataques de Paris

Atores usaram broches com as cores da bandeira francesa em première em Los Angeles. Longa foi gravado na capital francesa

por AFP - Agence France-Presse 17/11/2015 11:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO/MARK RALSTON
(foto: AFP PHOTO/MARK RALSTON )
O elenco de Jogos Vorazes homenageou na segunda-feira à noite as vítimas dos ataques em Paris, com broches com as cores da bandeira francesa durante a estreia do filme em Los Angeles. Liam Hemsworth e Josh Hutcherson e outros colegas de elenco exibiram no tapete vermelho um broche preso à lapela esquerda de seus trajes.

A atriz Elizabeth Banks, que interpreta Effie, escreveu em sua conta no Twitter que todos os membros da equipe solidarizam com a França, onde têm "muitos fãs incríveis". O estúdio Lionsgate decidiu cancelar as entrevistas que os astros deveriam conceder no tapete vermelho, em deferência para com as vítimas. "Por respeito aos recentes acontecimentos em Paris, decidimos não dar entrevistas", afirmou em um comunicado.

"Vamos manter o resto do evento exatamente como planejado em homenagem aos fãs incríveis que sempre apoiaram os nossos filmes com tanta paixão", declarou a empresa. Jogos Vorazes: A Esperança - O final, quarto e último filme da série, foi rodado na capital francesa, onde na sexta-feira uma onda de ataques jihadistas deixou 129 mortos e 352 feridos.

A magnitude da tragédia levou a rede americana CBS a cancelar a exibição na segunda-feira das séries NCIS: Los Angeles e Supergirl, porque os dois episódios faziam alusão a ataques semelhantes.

O episódio de NCIS contava a história de uma adolescente recrutada por uma organização terrorista, enquanto a heroína de Supergirl precisava enfrentar uma série de ataques a bomba em uma cidade fictícia.

Outros canais americanos também solidarizaram durante o fim de semana com as vítimas do massacre. O popular programa Saturday Night Live, transmitido pela NBC, substituiu seu monólogo de abertura habitual por um tributo.

Por sua vez, o estúdio 20th Century Fox cancelou a estreia de Ponte de Espiões, o filme mais recente de Steven Spielberg sobre a Guerra Fria, que deveria chegar aos cinemas de Paris no fim de semana.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA