Número de foliões em BH pode ter passado de 50 mil, diz PM

Sábado de carnaval na capital mineira reuniu milhares de foliões nas ruas. Veja como foi o primeiro dia da festa

por Cristiane Silva 14/02/2015 22:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press
Desfile do bloco "Então, Brilha", no Centro de Belo Horizonte (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

Pode ter passado de 50 mil o número de foliões que tomaram conta das ruas do Centro e da Região-Centro-Sul de Belo Horizonte neste sábado, primeiro dia de carnaval. A estimativa é da Polícia Militar de Minas Gerais. Segundo balanço divulgado nesta noite, somente os blocos que passaram pela Avenida Getúlio Vargas e a Savassi reuniram de 30 a 35 mil pessoas. No entanto, os organizadores das agremiações que percorreram a região central da cidade acreditam que o número é ainda maior do que o estimado pela PM. Para eles, 80 mil pessoas saíram às ruas.


A folia tomou conta de Belo Horizonte ainda nas primeiras horas da manhã. A concentração do tradicional bloco “Então, Brilha” começou às 7h30 em frente ao Hotel Brilhante, na zona boêmia da capital. O desfile começou às 8h55 e arrastou milhares de foliões até a Praça da Estação. No trio elétrico, a cantora Michele Andreazi agitou os foliões. No início da tarde, eles se encontraram com outro bloco tradicional da cidade, o “Praia da Estação”.

Veja como foi o primeiro dia da festa



Foliões que acompanharam o bloco da Praia puderam se refrescar na Avenida Afonso Pena, no Centro de Belo Horizonte. Mesmo em época de crise hídrica, um caminhão-pipa foi usado pelos organizadores do bloco para molhar o público que se divertia em frente à sede da prefeitura.

Por causa do grande número de pessoas que se aglomeraram no local, onde acontece o desfile das escolas de samba da capital mineira, a agremiação foi para a Avenida Afonso Pena. Bastante animados, os foliões foram animados com as marchinhas de carnaval.


A Praça México, no Bairro Concórdia, na Região Nordeste de Belo Horizonte, também recebeu a festa de carnaval. O Bloco Afoxé Bandarerê fez uma homenagem a Iansã. Aproximadamente 300 pessoas participaram da folia.

Também durante a tarde, o bloco “Aki Cê Dança” saiu pelas ruas da Região Centro-Sul. O grupo estava concentrado na Praça Afonso Arinos, no Centro, e seguiu para a Savassi, onde outras bandas já estavam na folia. Aproximadamente 50 pessoas participaram da festa. A agremiação é formada por alunos de uma escola de dança e fez a primeira apresentação na capital mineira.


A concentração do bloco começou por volta das 13h. Na Praça Afonso Arinos, dezenas de pessoas se juntaram e dançaram ao som de forró e outros ritmos musicais. Por volta das 15h, os foliões subiram a Avenida João Pinheiro em direção à Rua Inconfidente, na Savassi. O trânsito não ficou prejudicado.


Ainda na Região Centro-Sul, o “Bloco da Calixto” animou os foliões na Avenida Getúlio Vargas, no Bairro Funcionários. Antes de começar a festa, a cantora Aline Calixto anunciou que o bloco não seguiria para a Savassi, como era previsto. A medida, segundo a artista, é para dar mais segurança aos foliões. Com o tema “Samba de Todas as Tribos”, o bloco puxou os foliões com canto indígena.

A festa em Belo Horizonte avançou pela noite. Os foliões se reuniram Praça Diogo Vasconcelos, conhecida popularmente como Praça da Savassi, na Região Centro-Sul. Diferentemente do que ocorreu durante todo o dia, os foliões foram embalados por som mecânico em vez dos bloquinhos. Festa também em frente ao bar Brasil 41, no Bairro Santa Efigênia, onde a banda do Bloco do Approach se apresentou em um palco. (Com informações de João Henrique do Vale, Landercy Hemerson, Francelle Marzano, Daniel Camargos, Leandro Couri, Mariana Peixoto, Clarisse Souza e Clarissa Damas)

A festa continua no domingo!  Saiba quais blocos vão desfilar



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CARNAVAL