Diversidade de blocos temáticos marca domingo de carnaval em BH

Foliões pintados de azul começaram logo cedo a festa no bloco Pena de Pavão de Krishna. À tarde, foi a vez dos pais de santo irem às ruas do Bairro Concórdia

por Estado de Minas 02/03/2014 16:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Renan Damasceno/EM/D. A Press
Centenas de pessoas acompanharam o bloco Pena de Pavão de Krishna, no Bairro Jardim América (foto: Renan Damasceno/EM/D. A Press)

O segundo dia de carnaval levou cores e diversidade de temas às ruas de Belo Horizonte. Logo pela manhã, centenas de pessoas se reuniram no bairro Jardim América, na região oeste da capital, para acompanhar o bloco Pena de Pavão de Krishna, em que os foliões participaram, pintados de azul.


Clique e veja fotos do segundo dia de carnaval em BH

 

À tarde, no Bairro Santa Tereza, região leste, foi a vez do bloco de percussão Rola Moça comandar a festa . Este é o segundo ano que o grupo, idealizado por amigos geógrafos, desfila no carnaval de BH.

Já no Bairro Concórdia, a Praça do México foi tomada pelo Afoxé Bandarerê. O bloco, formado por pais de santo de vários terreiros da capital trouxe o candoblé para as ruas com a promessa de abraçar a comunidade africana. Estreante no carnaval, o bloco animou cerca de 150 pessoas.

Paulo Filgueiras
Bloco com instrumentos de percussão sai às ruas de Santa Tereza (foto: Paulo Filgueiras)

Em Sabará, Região Metropolitana da capital, o bloco caricato Sapatão abriu o dia de folia na cidade. Com carro alegórico, bonecos e estádio de futebol, a agremiação arrastou os foliões pelas ruas históricas da cidade.

Gladyston rodrigues
Foliões se divertem no Bloco caricato o Sapatão, em Sabará (foto: Gladyston rodrigues)

Folia começou cedo

Na manhã deste domingo, um bloco carnavalesco formado por foliões, em sua maioria mirins, tomou conta das ruas do Bairro Cidade Nova, na Região Noroeste de Belo Horizonte. Acompanhada por pais e responsáveis, a criançada se esbaldou ao som do tambolelê, um ritmo afro-mineiro - uma mistura dos tambores africanos e do batido do Congado de Minas Gerais.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CARNAVAL