SHOW

Ensaio Bartucada - Participação Especial Bateria Monobloco BH

O Portal Uai libera entradas para "Ensaio Bartucada - Participação Especial Bateria Monobloco BH".

Vigência:

19/08/2019 à 22/08/2019

Resultado:

22/08/2019

PROMOÇÃO ENCERRADA

Leia mais

GANHADORES

Danielle Alquimim

Regina Carneiro

Rosilene Santos

INFORMAÇÕES

RESULTADO


O resultado da promoção será divulgado dia 22 de Agosto de 2019, até as 18h.
Os participantes devem acompanhar o site www.uai.com.br/promocao para confirmar o resultado da promoção.


RETIRADA DO PRÊMIO

A retirada do prêmio seguirá as regras previstas no regulamento, e deverá ser feita na sede do Jornal Estado de Minas (Av. Getúlio Vargas, 291, Funcionários), até o dia 23 de Agosto, das 09h às 17h, apresentando documento de identidade original.

 

ENSAIO DA BARTUCADA - PARTICIÇÃO ESPECIAL BATERIA MONOBLOCO BH

HÁ TRÊS ANOS SE APRESENTANDO NO CARNAVAL DA CIDADE, MONOBLOCO AMPLIA ATUAÇÃO COM FORMAÇÃO DE UM TIME MONOBLOCO BH, PARA A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS TAMBÉM DURANTE O ANO.

Realizada desde 2016 na cidade, a oficina capacita batuqueiros para a bateria mineira do Monobloco, que iniciou a trajetória de desfiles em BH no Carnaval 2017, arrastando cerca de 1, 2 milhões de foliões nos últimos três anos.

Primeira apresentação do Time Monobloco BH, fora do Carnaval, ocorrerá no dia 24 de agosto, no Ensaio da Bartucada, com participação especial dos mestres locais Vinicius Mesquita, Deivison Honorato, Lázaro Medeiros e Erick Vilela.

Faltam sete meses para o Carnaval 2020, mas a Oficina Monobloco BH já está a todo vapor. Noventa pessoas participam das aulas, comandadas pelos mestres cariocas Celso Alvim, C. A. Ferrari e Ernani Cal, que se revezam para estar na cidade, semanalmente, sempre às quartas-feiras, para transmitir o conhecimento e a experiência de quase duas décadas de Monobloco, para a bateria mineira.

Neste ano, além de preparar batuqueiros para animar os foliões no Carnaval 2020, a oficina tem como propósito preparar os intérpretes, professores e mestres locais, garimpar talentos e formar um time na cidade, para a participação em eventos de rua e de pré-carnaval durante todo o ano. “A bateria mineira do Monobloco toca no Carnaval de Belo Horizonte desde 2017. Já arrastamos mais de 1 milhão de pessoas, somando o público dos últimos três anos. BH tem um potencial enorme para eventos de rua, que ocorrem não apenas no Carnaval, mas durante o ano. Por isso, nós queremos mais: vamos montar um time local, com músicos mineiros, para que o Monobloco possa batucar na cidade durante o ano inteiro”, explica um dos fundadores e mestre do Monobloco, Celso Alvim.

A estreia deste formato será no dia 24 de agosto (sábado), quando os mestres mineiros, que estão no Monobloco desde 2016, Vinicius Mesquita, Deivison Honorato, Lázaro Medeiros e Erick Vilela, comandarão a bateria local para uma participação especial no Ensaio da Bartucada (13h às 20h - Quadra da Bartucada). A apresentação terá como convidado o músico, cantor, compositor e instrumentista, Erick Marliere, que há 20 anos faz parte do cenário musical de Belo Horizonte como vocalista das Bandas Sambatôa, Bloco Balanço e Jukebox. Em 2016, Erick cantou no desfile do Monobloco e, desde então, passou a fazer parte do time como canário local nos eventos na cidade.

Criado em 2000 pelo grupo Pedro Luís e a Parede, C.A. Ferrari, Celso Alvim, Pedro Luís, Mário Moura e Sidon Silva, como uma oficina carnavalesca, hoje é um dos blocos mais procurados no Carnaval do Rio de Janeiro. Tem o diferencial de usar instrumentos de escolas de samba para tocar ritmos como o funk, coco, xote, marchinha, ciranda e charm. Com o sucesso nas ruas do Rio, o Monobloco passou a fazer shows em todo o país. Atualmente, possui três CDs gravados e dois DVDs.

Por trás de toda a criatividade e qualidade sonora do Monobloco está a formação de batuqueiros nas oficinas de percussão, que é a base de tudo. “A gente tem como missão promover a educação musical. Nossa ideia, desde o início, era criar uma bateria bem organizada”, pontua Celso Alvim, fundador e maestro da bateria do Monobloco. A iniciativa deu tão certo que se instalou também em São Paulo e Belo Horizonte, além de seguir formando batuqueiros no Rio de Janeiro, há 20 anos.

Oficina Monobloco BH

A oficina teve início em maio de 2016, realizando o seu primeiro desfile em Belo Horizonte na terça-feira do Carnaval de 2017, no entorno do Mineirão. Desde então, vem capacitando batuqueiros locais, que se apresentam no Carnaval de BH. Para participar não é necessário ter experiência musical prévia. A metodologia desenvolvida pelo Monobloco é direcionada tanto para não músicos quanto para aqueles que já tocam e querem se aprimorar. “O Monobloco parte do princípio de que qualquer pessoa é capaz de se aproximar da música. E isso fica muito claro nas oficinas. Em BH, temos alunos que estão conosco desde a primeira oficina, realizada em 2016. E a cada ano recebemos mais e mais pessoas, de todas as idades, querendo aprender a batucar”, conta o mestre Celso Alvim.

Nas oficinas, os alunos têm a oportunidade de experimentar diferentes instrumentos na primeiras aulas para depois escolherem o que melhor se encaixa no seu projeto pedagógico. O conteúdo inclui exercícios de musicalização, ensino da técnica de cada instrumento e prática de ritmos e repertório. Tudo isso equilibrado para que o processo seja prazeroso. “Imagine este trio: avó, filha e neto tocando juntos? Na bateria mineira temos uma criança de 10 anos que toca repique na bateria. Isso é maravilhoso. Batucar é muito mais do que aprender a tocar instrumentos. Aproxima as pessoas, é saúde, bem-estar, lazer... É muito gratificante presenciar a evolução e a alegria de cada um deles”, diz Celso Alvim.

Além disso, são oferecidos material audiovisual e apostilas para apoio no estudo em casa. Os instrumentos trabalhados são agogô, chocalho, tamborim, caixa, repique e surdo. Um diferencial da nossa oficina é que o Monobloco disponibiliza os instrumentos para os alunos fazerem as aulas. “Partimos do princípio de que Carnaval é diversão, é alegria, mas isso não exclui que é preciso tocar bem! Por isso, a nossa oficina é de longo prazo, para que todos os batuqueiros se sintam preparados e seguros para tocarem, para que o resultado seja impecável”, finaliza Celso Alvim.

As aulas da Oficina Monobloco BH acontecem às quartas-feiras, a partir das 19h, no Granfino’s (inscrições pelo oficinamonobloco.bh@kappamakki.com.br) .

BIO MESTRES DO RIO

Celso Alvim

É músico profissional desde 1988.  Com os parceiros da banda Pedro Luís e A Parede(PLAP) criou o Monobloco em 2000 e, desde então, é o Maestro da Bateria e o coordenador das Oficinas.

C.A. Ferrari

Baterista desde os 18 anos iniciou sua carreira com trabalho em bailes e noite carioca. É um dos fundadores da banda da PLAP, que desde 1996 atua pelo Brasil e exterior (Japão, Europa e Estados Unidos), e da Oficina do Monobloco em 2000.

Ernani Cal

Iniciou seus estudos através de práticas autodidatas em saraus e rodas de samba. Estudou percussão popular com Monobloco, pandeiro com Marcos Suzano, ritmos do candomblé com Ney D’Oxóssi, e “O Passo” com Lucas Ciavatta. É Pós Graduado em Docência do Ensino Fundamental 2 e Médio na AVM. Desde 2005, é professor na oficina de percussão popular do Monobloco. Em 2019, lançou seu primeiro EP “Água de Cuíca”, contendo 3 faixas autorais.

SERVIÇO:

Ensaio da Bartucada – Participação especial Bateria Monobloco BH

Data/Horário: 24/08, sábado, das 13h às 20h. Na Quadra da Bartucada - Avenida Dom pedro II, 3337, Caiçara/BH.

Ingressos: Lote » R$ 25,00 (11 a 17/08) | Lote » R$ 30,00 (18 a 24/08)

Vendas: www.sympla.com.br - (Link direto - https://bit.ly/33vWjba)

 

Informações: https://www.facebook.com/events/1699485776851456/?notif_t=plan_user_invited¬if_id=1564786419774933