Luxo lapidado: conheça a história dos icônicos Cristais Baccarat

Cobiçados por reis, czares e plebeus abastados, os cristais da marca francesa Baccarat transformaram-se, ao longo de 250 anos, em símbolos de status, opulência, charme e sofisticação

por Carlos Altman 26/07/2018 08:00
Gustav Bernard/Turism France
Lustres de cristais iluminam o salão dos espelhos do Palácio de Versailles (foto: Gustav Bernard/Turism France)

 

Sinônimo universal de lapidação precisa, manufatura delicada em objetos únicos e nas formas mais variadas, os cristais Baccarat são peças de luxo criados com esmero, que logo ganharam ávidos consumidores entre os nobres e os mais abonados, o que contribuiu para criar a fama mundial. A marca francesa é uma unanimidade já referendada por monarcas, marajás, e, posteriormente, cobiçada por chefes de Estado, artistas, renomadas grifes mundiais e consumidores exigentes de todos os continentes.


A história da tradicional marca francesa teve início com a permissão dada pelo rei Luis XV ao bispo de Metz, monsenhor Louis De Montmorency-Laval, para fundar, em 1764, a fábrica de vidros e cristais Saint-Anne, na então Vila de Baccarat, localizada na província de Lorraine, na região Leste da França. Estavam implantadas as raízes daquela que viria a ser uma das mais conceituadas cristalerias do mundo. Seu objetivo era criar uma fábrica de vidros de arte para concorrer com as da Bohemia, extremamente famosa na época. Inicialmente, a nova empresa fabricava placas de vidro para janelas, espelhos, copos e taças. Depois de diversas invasões durante a Revolução Francesa e as guerras do império, a fábrica ressurgiu como cristaleria e já com o nome de Baccarat, graças ao industrial belga Gabriel Aimé d’Antiques.


Com mais de 250 anos, a fábrica Baccarat sobreviveu às guerras e revoluções, sempre produzindo copos, garrafas, baldes (muitos encomendados com monogramas), seus tradicionais lustres em cascata, abajures, joias, bijuterias, frascos de perfumes, vasos, candelabros, esculturas e maçanetas, entre outros. Durante todo esse tempo, passaram pela fábrica francesa gerações e gerações de vidreiros, sopradores, cortadores, técnicos e engenheiros (hoje, 50% deles acionistas da empresa) que mantêm não só um apurado controle de qualidade, com também profunda afetividade pela empresa,

NA MODA

Norell/Divulgação
Frascos delicados de perfumes feitos para grandes nomes da moda (foto: Norell/Divulgação)

Em 1907, a marca francesa iniciou a produção em larga escala de embalagens para perfumaria, começando com 4 mil unidades diárias. Encomendado por grandes perfumistas, o frasco de cristal Baccarat passou a funcionar como aval de fragrância para poucos. No hall da fama, grifes como Chanel, Lancôme,  Elizabeth Arden, Guerlain, Dior e Versace criaram ícones de perfumes armazenados em pequenos frascos. Em 1931 a marca lançou no mercado o primeiro anel de coleção.


BIG APPLE DE CRISTAL 

Baccarat Hotels/Divulgação
Icônico Hotel Baccarat, em Nova York (foto: Baccarat Hotels/Divulgação)

Imagine hospedar-se em um lugar que tem, em seu DNA, o requinte de uma marca bicentenária de luxo. Inaugurado em 2015, em Nova York, o Baccarat Hotel & Residences faz parte da Preferred Hotels & Resorts, o maior grupo de hotéis independentes de luxo do mundo. O turista se encanta com a tradição dos cristais ao dar entrada no empreendimento inovador, na cidade mais cosmopolita do planeta. Localizado em frente ao MoMA, ele ocupa os 12 primeiros andares de uma torre criada pelos arquitetos Skidmore, Owings & Merrill. Requinte e tradição se encontram em boa parte da fachada, que ganhou uma cortina feita com peças de cristal. A decoração interna também é de babar. Os ambientes sociais e os 114 quartos foram pensados nos mínimos detalhes, combinando a estética clássica típica de Paris com um toque contemporâneo vindo da sua localização nova-iorquina. Naturalmente, não faltam lustres suntuosos.

Curiosidades

» Maison Baccarat foi a primeira manufatura de cristal francesa a apresentar elementos de lustrerie – peças para magníficos lustres em cristal – desde 1824.

» A marca francesa ganhou ainda mais projeção internacional com as luxuosas peças especialmente fabricadas, em 1956, para o casamento do príncipe Rainier III, de Mônaco, com a atriz americana Grace Kelly.

» Anualmente, a Baccarat desenvolve duas coleções e 400 lançamentos de catálogos, que são distribuídos para 100 países onde a marca está presente, com 80 butiques próprias (inclusive três no Brasil) e 1.500 sofisticados pontos de vendas autorizados.

» Em 2003, Baccarat instala em Paris seu museu e restaurante. No local, o arquiteto e design Philippe Starck imagina a Maison Baccarat dedicada ao culto da transparência e das ilusões. O museu é uma viagem no tempo, com uma coleção belíssima de 5 mil objetos de cristal (www.bacarat.com).

» O Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, apresenta, na sua coleção, serviços de mesa e peças decorativas da empresa, encomendas pelo rei D. Luís I e pela sua mulher, a rainha dª Maria Pia.

» O Brasil tem o terceiro maior acervo de cristais Baccarat do mundo, só perdendo para a França e para a Alemanha.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']