Tá morrendo de calor? Que tal curtir uma cachoeira em Macacos neste final de semana?

Bem pertinho da capital mineira, o distrito de Nova Lima, São Sebastião das Águas Claras tem boas opções de passeios em contato com a natureza. Além de oferecer chalés e pousadas para os visitantes

por Paulo Pianetti* 14/11/2017 07:12

Beto Novaes/EM
A grande piscina natural da Cachoeira dos Macacos é a preferida dos visitantes (foto: Beto Novaes/EM)

Você já ouviu falar de São Sebastião das Águas Claras? Provavelmente, não, mas se você é de Belo Horizonte e gosta de uma cachoeira, a resposta, certamente, será sim. A cidade, localizada a cerca de 20 quilômetros da capital mineira, é um distrito de Nova Lima, popularmente conhecido como Macacos.

Saindo do Centro de BH, basta o turista acessar a Avenida Nossa Senhora do Carmo e seguir pela BR-356 até a estrada para São Sebastião das Águas Claras. Tamanha proximidade com Belo Horizonte torna Macacos um destino irresistível, ou seja, uma dica perfeita para quem deseja passar um fim de semana ou um feriado fora.

Grande parte do turismo em Minas Gerais é composto por atrativos que vêm da natureza, como cachoeiras, mirantes e passeios ecológicos. Em Macacos não é diferente. São inúmeras opções de lazer na natureza, além de bares, restaurantes e várias pousadas.As cachoeiras, certamente, são os pontos mais atrativos de Macacos.

PRESERVAÇÃO

Paulo Filgueiras/EM
Charmosa e bem pequena, a Igreja de São Sebastião fica na entrada da cidade (foto: Paulo Filgueiras/EM)

Uma ótima opção para os visitantes é a Cachoeira da Ponte, com mais de uma queda d'água e belas piscinas naturais. O lugar é cercado pela flora e tem uma vasta área em que o turista pode relaxar em pequenos bancos de areia ao longo do rio. O acesso à Cachoeira da Ponte se dá por estrada de terra batida, sentido Nova Lima, que se encontra no início da Estrada dos Mendes, logo após o Bairro Capela Velha. Recomenda-se que o turista vá de carro ou de moto.

A Cachoeira Central também é uma das mais procuradas no distrito. Como o próprio nome sugere, ela está a aproximadamente um quilômetro do Centro e tem fácil acesso, além de ser também uma excelente opção para a prática do trekking (caminhar em trilhas). Mas tem um porém! Por ser uma cachoeira de fácil acesso, muitas pessoas frequentam o local e, por conta da má educação, o atrativo vem sofrendo mais danos humanos do que as outras. É preciso mais conscientização para preservação do lugar.

Outras duas cachoeiras que merecem destaque são a dos Macacos e a do Dantês. A primeira é formada por um salto único, de aproximadamente dois metros de altura e uma grande piscina natural. Por sua vez, a segunda encontra-se um pouco mais distante do que as outras – ao lado do Bairro Jardim Amanda –, mas seu acesso se dá pela mesma estrada que leva à Cachoeira dos Macacos. A Cachoeira do Dantês tem cascatas e poços naturais que encantam os visitantes, além da vasta fauna e flora que a cercam.

Mas, cuidado! Esteja sempre preparado para se deparar com alguma aranha ou cobra no local. Afinal, somos nós que estamos invadindo o espaço deles. A região é conhecida como “o Sertão de Macacos” por conta de ser afastada e ter as vias de acesso não asfaltadas. O diferencial desse lugar são as estradas de terra batida, que proporcionam aos visitantes a sensação de estar em uma estrada da roça. O lugar é ideal para a prática de esportes radicais, como trekking, rafting, ducking (caiaque inflável), biking, trails e aventuras com off-road, sendo ponto de partida para várias trilhas. Se você vai de automóvel, chegará em aproximadamente 10 minutos. Fique atento ao local de parada. É preferível percorrer os últimos 300 metros a pé para não ter problemas na hora de retornar. Se for caminhando, o percurso costuma ser desenvolvido em cerca de duas horas.


DELÍCIAS Com relação à gastronomia, Macacos também promete encantar o turista. São inúmeros restaurantes, que oferecem desde a tradicional e gostosa comida mineira à culinária internacional. Um dos points da região é o Bar do Marcinho, famoso entre os motoqueiros e que já recebeu diversas atrações conhecidas, como o show do Cone Crew. O bar funciona há mais de 20 anos e carrega o espírito botequeiro, bem característico de nós, mineiros.

Por fim, o maior charme da região de São Sebastião das Águas Claras são os chalés e pousadas. Faça sol ou faça chuva, seja no frio ou no calor, as instalações oferecem tudo o que um casal e/ou uma família podem querer em um fim de semana. Apartamentos aconchegantes, vistas para a mata atlântica, piscinas, saunas, redes e comida caseira são alguns dos atrativos que grande parte das acomodações oferecem. Com este calor e a proximidade da chegada do verão, não deixe de aproveitar tudo o que Macacos tem a oferecer. (PP)

* Estagiário sob a supervisão da subeditora Elizabeth Colares

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO