Estressado? Recarregue as energias em meio ao lazer e o luxo à beira do Lago de Furnas

Localizada entre a Serra da Canastra e o maior lago de Minas, Capitólio, com pouco mais de 8 mil habitantes, a cerca de 280 quilômetros da capital, é um convite para um fim de semana de descanso e prazer

por Paulo Pianetti* 26/10/2017 11:00


 Gladyston Rodrigues/EM
O maior lago de Minas é perfeito para quem procura descanso em contato com natureza (foto: Gladyston Rodrigues/EM)
Antigamente conhecida como Arraial de São Sebastião dos Franciscos, Capitólio alcançou a categoria de distrito em 7 de setembro de 1923. A cidade está localizada numa região que, à época, era conhecida como Mata do Rio Piumhi. Desmembrando-se do município vizinho há 94 anos, o distrito conseguiu sua independência político-administrativa em 27 de dezembro de 1948, tornando-se, assim, município de Capitólio.


Saindo de Belo Horizonte, o turista deve seguir em direção ao Triângulo Mineiro e, em seguida, para Divinópolis. Já quase em Capitólio, no km 282 da MG-050, há o famoso Chalé do Queijo, com criação de gado, produção própria de leite e fábrica de queijos e doce de leite.

 

Sergio Mourao/divulgação
Paz entre o lago e as montanhas de Minas (foto: Sergio Mourao/divulgação)

Sem dúvida, a fonte de turismo mais aquecida da região é o Balneário Escarpas do Lago, um “bairro” de Capitólio que atrai milhares de turistas todos os anos. São aproximadamente 800 casas de segunda residência, muitas apenas para aluguel, além de contar com um clube campestre. Nele, aliás, fica a marina de Escarpas. Ou seja, gera renda, emprego e negócios para Capitólio. Mostraremos aqui um pouco da beleza natural escondida e que cerca Capotólio.

VISTA

Ventura Marine/ Divulgacao
Escarpas é reduto do endinheirados de Minas e São Paulo (foto: Ventura Marine/ Divulgacao)
 

Importante salientar que a cidade se encontra abaixo do nível da represa de Furnas. Construída sobre o Rio Grande, a represa artificial comporta a famosa usina hidrelétrica de Furnas e as várias embarcações motoras dos proprietários de Escarpas. Quando construída a usina, suas comportas fechadas elevariam o nível da água a um ponto que alagaria toda a cidade de Capitólio. A solução foi a construção de um dique para conter as águas da represa.


O dique não necessariamente é visto como um ponto a se visitar, mas é caminho para algumas trilhas interessantes, como a que leva ao Morro do Chapéu. O nome já é bem sugestivo. Com 1.293 metros de altitude, o pico do morro tem uma vista estupenda para o lago e as casas ao redor. Falando em trilha, seguindo à direita da estrada de terra para Capitólio encontra-se a fábrica de cerveja Scarpas. O nome da cerveja artesenal se deve, claro, à sede da fábrica, mas também busca inspiração nas águas de Furnas e no turismo local.

 

 

Capitólio 

 

Ramon Lisboa/EM
O encontro da Serra da Canastra com as águas do Lago de Furnas formaram os incríveis Canyons de Furnas (foto: Ramon Lisboa/EM)

Antes de mais nada, é importante destacar que existem opções de hospedagem em Capitólio a um preço bem mais acessível do que qualquer casa, pousada ou apartamento em Escarpas do Lago.


A Igreja Matriz, construída em 1947, um dos pontos de visita na cidade, tem características bastante simples. Seu interior tem 12 colunas e diversos quadros retratando a Jesus Cristo. Localiza-se perto da rodoviária e em frente a uma praça, que, todos sábados pela manhã, recebe uma feirinha. Quem passear por lá não pode deixar de experimentar os pastéis e alguns doces de leite em cubos.


Voltando novamente aos arredores de Capitólio, é imprescindível mencionar o Parque Nacional da Serra da Canastra. Com uma área de quase 200 mil hectares, o parque também engloba uma parte do município. Também nas redondezas, e em direção a Passos, encontra-se o Paraíso Perdido. São 18 piscinas naturais e oito quedas d’água de tirar o fôlego de quem as visita, fazendo jus ao nome. Para visitar o parque, aberto das 8h às 18h, é cobrado um valor de R$ 40. Mais informações no http://www.paraisoperdido.com.br/.


Há também inúmeras cachoeiras e belezas naturais que valem a pena ser visitadas. Muito provavelmente, o turista que for para Capitólio num fim de semana, não conseguirá aproveitar tudo o que o município tem a oferecer, mas dá para fazer bastante coisa. Mas fica a dica de outras trilhas e cachoeiras que, certamente, agradarão: Trilha do Sol, Cachoeira do Lobo, Cachoeira do Sabiá, Cachoeira da Lagoa Azul etc. Passeios diários no Lago de Furnas e aluguéis de lanchas e jet-ski também são muito comuns, principalmente por aqueles que se hospedam em Escarpas.



TRILHAS DE MOTO: Outro atrativo fortíssimo de Capitólio são as montanhas, onde é tradição a prática de motocross. Alguns caminhos são conhecidos até pelos que não curtem um off-road. As dicas para os aventureiros em cima de duas rodas são: Subida do Juranda, Trilha Quebra-Costela, Trilha do Cucurete etc. Quem quiser se inteirar mais e participar pode acessar o site http://trilhasdecapitolio.blogspot.com.br/ e entrar em contato com alguns motoqueiros da região. Combine a sua trilha e se divirta! (PP)

 

* Estagiário sob a supervisão da subeditora Elizabeth Colares 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']