Apaixone-se com as noites estreladas no céu do Chile em uma viagem sem igual

Além das praias com suas areias brancas e águas azuis - porém, geladas -, o maior atrativo são os observatórios celestes

por Elizabeth Colares 13/09/2017 16:00

Space/Divulgação
Os melhores observatórios do mundo estão no topo das cordilheiras dos Andes, no Chile (foto: Space/Divulgação)
A possibilidade de vários roteiros é o que torna o Chile um dos destinos mais atrativos do planeta. Não foi à toa que a publicação Telegraph incluiu o país dentro dos 20 melhores destinos para visitar este ano. No ano passado, foi eleito o melhor destino de turismo de aventura do mundo pelo World Travel Awards, e San Pedro do Atacama foi destacado pelo The New York Times Travel como o segundo melhor lugar para viajar em 2017. Também pudera! O país é provido de belezas naturais incomparáveis, tem os melhores céus para observação de estrelas, além de clima e geografia – entre a Cordilheira dos Andes e a costa do Oceano Pacífico – que permitem produzir um dos melhores vinhos do mundo.


Nesta época do ano, as atenções se voltam para o deserto florido, que, com seus encantos e mistérios, enche o turista de alegria e emoção. Mas o país oferece muito mais, a começar pela própria capital, que, com seus cerca de 7 milhões de habitantes, é uma das mais seguras para se viver e visitar. Santiago também é considerada uma das cidades mais modernas do continente, com boas oportunidades de negócios, ótima gastronomia, ampla rede de hotelaria, entretenimento noturno e localização privilegiada, a poucos quilômetros de praias, neve e rotas de vinho. É também destacada pelos centros médicos mais modernos e equipados do país.

Space/Divulgação
Recentemente, o Chile inaugurou o maior observatório no deserto do Atacama (foto: Space/Divulgação)

Tendo Santiago como ponto de partida, o turista pode optar por vários passeios ao redor da capital e avançar até um pouquinho mais longe, como La Serena, na região costeira. Além das praias com suas areias brancas e águas azuis – porém, geladas –, o maior atrativo são os observatórios celestes. Existem os profissionais, que se dedicam a investigações científicas, e outros simplesmente turísticos. Todos os sábados são promovidos dois tours gratuitos em Tololo, um pela manhã e um à tarde, com grupos de 40 pessoas em cada turno. São duas horas de visita aos equipamentos, mas é preciso agendamento com antecedência de pelo menos uma semana, que pode ser por telefone (56512205200) ou pelo site ctio.noao.edu.

ASTRO SOL

 

 Elizabeth Colares/EM/D.A Press
Dona Martita, do restaurante Solar Elqui (foto: Elizabeth Colares/EM/D.A Press)
Uma das curiosidades na região são as cozinhas solares. Há 20 anos, Martita e a irmã Benilda comandam o Solar Elqui, localizado em Villaseca, oferecendo um cardápio apetitoso, com a comida preparada em cozinha solar. Em caixas de madeira – desenvolvidas por dois professores universitários da região – com tampos de vidro, são colocadas as panelas ou as iguarias a serem assadas ou cozidas. O sabor é indescritível. Segundo Martita, quando o sol está radiante, levam-se cerca de duas horas para preparar os alimentos para 30 pessoas. O calor pode chegar a 180 graus. “As pessoas vêm de longe para conhecer nossa cozinha. Além de saudável, conserva todos os nutrientes e o sabor original dos alimentos”, conta, orgulhosa, acrescentando que não dá trabalho praticamente nenhum. “É só deixar lá e ir posicionando as caixas de acordo com a direção do Sol.”

Também não fica a dever as opções de hospedagem. Caso do hotel Refugio El Molle. Como o próprio nome diz, é um refúgio para encontrar a paz. Para quem gosta e está precisando muuuito de um merecido descanso, o espaço é bem zen e, ao mesmo tempo, sofisticado. Para começar, os quartos têm nomes de flores e plantas. As músicas, em ritmo oriental, acalmam e elevam o espírito. Para quem está pensando em conhecer tudo na região, é uma boa pedida. É certo que o corpo ficará um pouco mais pesado em consequência da irresistível cozinha, capaz de arrebatar até mesmo um faquir. Mas, com certeza, você sairá de lá com a alma alimentada e o corpo energizado para seguir pelos demais roteiros.

* A jornalista viajou a convite do Servicio Nacional de Turismo de Chile (Sernatur)


SERVIÇO
• Onde ficar
Hotel Refugio El Molle
www.refugioelmolle.cl