Companhia de teatro mineira Luna Lunera põe o pé na estrada

Após ganhar os palcos na Europa, trupe se prepara para ir à Argentina apresentar o espetáculo 'Aqueles dois'

por Pedro Galvão 10/10/2017 09:11
Gustavo Jacome/DivulgaçÃo
O espetáculo 'Aqueles dois' será apresentado em espanhol em Córdoba e Buenos Aires. (foto: Gustavo Jacome/DivulgaçÃo)

Reconhecida como uma das principais companhias teatrais de Minas Gerais, a Luna Lunera vive uma fase de voos internacionais. O próximo destino do grupo é a Argentina, onde apresentará o espetáculo Aqueles dois no 11º Festival Internacional de Teatro Mercosur, em Córdoba, na próxima sexta-feira, 13, e também no sábado, 14. Depois, a trupe segue para a capital argentina para participar do Festival Internacional de Buenos Aires (FIBA), entre os dias 19 e 21 deste mês.

Neste ano, a Luna Lunera se apresentou pela primeira vez na Europa – em Dunquerque (França), no festival Le Manifeste. E esteve também em Costa Rica, na Venezuela e no Uruguai. As oportunidades fora do país são fruto de uma iniciativa chamada Platô, ou Plataforma de Internacionalização do Teatro, composta pela Luna Lunera e outras três companhias mineiras de teatro: Espanca!, Teatro Invertido e Teatro Andante. O objetivo é precisamente possibilitar apresentações dos grupos além das fronteiras brasileiras.

''É muito importante para trocarmos conhecimentos, técnicas e a própria cultura. É uma oportunidade de mostrar lá fora o que é feito aqui no Brasil, principalmente na América Latina. Apesar de sermos vizinhos, há uma dificuldade imposta pela barreira da língua. São muitos festivais, mas pouca participação brasileira. É um mercado grande e importante, e essa é uma forma de inserir o teatro brasileiro nesse panorama'', afirma Cláudio Dias, membro-fundador da Luna Lunera e um dos cinco atores-diretores responsáveis por Aqueles dois.

Para ampliar as possibilidades de comunicação com o público argentino, foi preparada uma versão em espanhol da peça para a turnê. ''É um espetáculo criado 10 anos, que tem um alcance muito grande de público e crítica. Já percorremos muitas capitais e cidades do interior com ele e sempre tivemos boa aceitação nos grandes festivais. É um texto do Caio de Abreu de uma delicadeza que toca muito o público'', diz o diretor sobres a escolha do espetáculo.

PRÊMIOS
No palco, os atores se revezam na interpretação dos personagens Raul e Saul, dois funcionários de uma firma que compartilham o ambiente de trabalho burocrático e monótono. Foi premiado como melhor espetáculo 13º Prêmio Sesc-Sated/MG (2015) e recebeu também no 5º Prêmio Usiminas-Sinparc. Em 2009, foi indicado ao Prêmio Shell São Paulo nas categorias de melhor direção, cenário e iluminação, vencendo nesta última. A equipe que segue para a Argentina tem quatro atores, um produtor e um iluminador. ''Os festivais oferecem uma equipe local de cenário, o que facilita a nossa ida com um pessoal menor'', explica Cláudio Dias.

Dias aproveita a experiência fora do Brasil para avaliar o momento da arte no país, diante dos recentes ataques conservadores contra exposições e peças teatrais. ''A gente vê que a arte, não só aqui, tem uma força muito grande. Estivemos na Venezuela, que atravessa um processo político conturbado, e vimos a reação do público aos espetáculos. Ver o interesse das pessoas e a capacidade da arte de mobilizar foi incrível. No caso da França, eram muitos espetáculos com questões políticas. Acho que hoje há um movimento global em que a arte ganha um poder de discussão e de mobilização das pessoas ainda mais forte'', avalia.

Criada em 2001 por alunos do Cefart, o Centro de Formação Artística e Tecnológica da Fundação Clóvis Salgado, a Luna Lunera tem outras seis montagens, entre as quais Urgente (2015) é a mais recente.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']