Ícones da dança em Minas Gerais se apresentam no Sesc Palladium

Arnaldo Alvarenga, Deyse Farias, Dudude Herrmann, Dulce Beltrão, Maria Clara Salles, Maurício Tobias e Paulo Baeta subirão ao palco juntos neste sábado

por Márcia Maria Cruz 16/09/2017 08:00
Beto Novaes/EM/D.A Press
Paulo Baeta promete uma surpresa ao público (foto: Beto Novaes/EM/D.A Press )
Arnaldo Alvarenga, Deyse Farias, Dudude Herrmann, Dulce Beltrão, Maria Clara Salles, Maurício Tobias, Angel Vianna e Paulo Baeta formam a memória viva da dança em Minas Gerais. Referências para diversas gerações de bailarinos e bailarinas, eles ganham homenagem na performance Os mestres dançam, hoje à noite, no Sesc Palladium. Todos subirão ao palco, com exceção de Angel Vianna, que se submete a um tratamento fisioterápico.

“Fui surpreendido quando me convidaram. É importante termos bailarinos, professores e coreógrafos que falem de suas referências e do que existe aqui. É a memória viva da dança”, diz Paulo Baeta. Tanto os mestres quanto o público se surpreenderão esta noite, acredita ele.

“O que sabemos é que estaremos todos no palco, onde teremos um pianista. Será uma homenagem a nós e ao público”, adianta. Também será lançado o documentário Os mestres dançam. Ícones de várias gerações, os oito foram convidados a falar sobre temas universais, como amor, sexo e morte.

Entre as lembranças de Paulo estão momentos com o dançarino Rolf Gelewski (1930-1988), talento da dança expressiva alemã que se naturalizou brasileiro. Ontem à tarde, ele apresentou a técnica de Limón, baseada em movimentos corporais criados pelo coreógrafo mexicano José Limón (1908-1972). “Busco referência nessa técnica, que trabalha o eixo do corpo, fluência e qualidade dos movimentos da dança. Ela é muito rica, solta. Traz ensinamentos sobre peso, alongamento e recuperação do movimento.”

RESIDÊNCIA O encontro de mestres foi organizado pela Rede Sola de Dança. Cada um dos convidados ministrou residência artística no Sesc Palladium.

“Referências, eles começaram na década de 1960, formaram gerações inteiras e continuam atuando. São responsáveis pelos modos de pensar e produzir dança. Foram determinantes para o que dançamos em Belo Horizonte desde a década de 1970”, afirma Priscila Patta, coordenadora da Rede Sola.

OS MESTRES DANÇAM BAILE DE GALA
Sábado (16/9), às 20h. Grande Teatro do Sesc Palladium. Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Informações: (31) 3270-8100.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE TEATRO