Peça infanto-juvenil 'Escola de heróis' questiona a figura do cidadão

Montagem conta com bonecos da trupe Pigmalião Escultura Que Mexe e do Grupo Oriundo de Teatro

por Redação EM Cultura 30/06/2017 08:00
Thiago Franco/Divulgação
Peça estreia neste domingo, 02, no Teatro Bradesco. (foto: Thiago Franco/Divulgação)

Atores e bonecos contracenam na peça mineira Escola de heróis, que estreia domingo, 02, às 16h, no Teatro Bradesco. Dom Quixote e Sancho Pança inspiraram a comédia que questiona a figura do cidadão heroico, personagem um tanto em baixa neste Brasil mergulhado em corrupção, impeachment e escândalos políticos.

Os bonecos da trupe Pigmalião Escultura Que Mexe se juntaram aos atores do Grupo Oriundo de Teatro (Enedson Gomes, Igor Fonseca, Isabela Arvelos, Ítalo Mendes e Wagner Braga) para interpretar o texto de Antonio Hildebrando, que também assina a direção da montagem. Pâmela Rosa vai executar a sonoplastia ao vivo.

Voltado para o público infanto-juvenil, o espetáculo provoca risadas, mas também convida a garotada – e os adultos – a refletir sobre o mundo contemporâneo.

ESCOLA DE HERÓIS
Com Grupo Oriundo de Teatro. Teatro Bradesco, Rua da Bahia, 2.244, Lourdes, (31) 3516-1360. Domingo, às 16h. Ingressos: R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia-entrada).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TEATRO