Creme de milho verde com carne de sol

02/06/2017 08:10
 Paulo Filgueiras/EM
Paulo Filgueiras/EM

Ingredientes:

Para o creme

- 700 ml de leite
- 400 g de milho verde lavado (quantidade relativa somente aos grãos, retirados da espiga)
- 1 caixa de creme de leite
- 2 colheres (sopa) de farofa de farinha de trigo (ver comofazer abaixo)
- Cheiro-verde a gosto
- Queijo tipo catupiry para finalizar
- Sal a gosto

Para a farofa

- Meia colher (sopa) demanteiga
- 1 cebola picada
- 1 colher (chá) de sal
- 500 g de farinha de trigo

Para o molho

- 500 g de carne seca desfiada
- 500 ml de molho de tomate

Da roça:

- Verduras frescas, ovos caipiras, queijos, quitandas e defumados. Tudo isso e muito mais é oferecido na loja Coisas da Terra. São produtos do Internato Rural de Teófilo Otoni. Vale a pena uma visita.
- Contato:(31) 3521-1619.

Como fazer Creme de milho verde com carne de sol:

Para a farofa, aquecer a manteiga, refogar a cebola e pôr a farinha de trigo e o sal, mexendo e deixando torrar. Guardar a mistura em uma vasilha, na geladeira, e usar sempre que for fazer o creme de milho ou receitas de molho branco. Bater o milho no liquidificador com água suficiente para cobrir os grãos e 500 ml de leite. Coar e levar o caldo ao fogo. Bater, no liquidificador, duas colheres da farofa de farinha de trigo com o copo de leite.

Pôr no caldo assim que levantar fervura. Pôr sal, se necessário. Mexer até engrossar. Retirar do fogo e acrescentar o creme de leite. Aquecer o molho de tomate junto com a carne desfiada. Para servir, montar, em cumbucas, uma porção do creme de milho, um pouco de molho por cima, uma colher (sopa) de catupiry e cheiro-verde.

Surpresas temperadas

Ao longo da Avenida Sidônio Otoni, em Teófilo Otoni, o aroma de frango assado na brasa invade as narinas e tempera a imaginação. Uma, duas, três e muitas outras casas surgem comercializando o produto, seja qual for o dia da semana. Mas as surpresas gastronômicas estão ao fim do "corredor", quando se chega ao bar de Marinalva Alves de Jesus. Sem placa ou indicação, a casa de fachada verde oferece muito mais do que imaginam os desavisados transeuntes.

Cozinheira de mão cheia, ela aplica, no fogão, sua rica bagagem de quase três décadas na gastronomia. "Trabalhei 13 anos em um bufê, em Belo Horizonte, e em outros 14 em Governador Valadares. Deu para aprender." Somados a essas experiências, estão cursos como o de cozinha francesa, feito por ela na capital. Com o imóvel dado pelo pai, Marinalva resolveu voltar para suas raízes e montar um negócio na terra natal.

Além do arroz com feijão, que não falta nas refeições preparadas diariamente, a mineira lança mão da criatividade em porções e caldos. Um deles é o de milho verde com carne seca, uma joia garimpada na cidade. Seja no frio ou no calor, a iguaria merece e deve ser apreciada.

Receita fornecida por Luiz Roberto Andrade Santos, de Teófilo Otoni: (33) 8416-9252