Biscoito de queijo recheado

19/05/2017 08:30
 Euler Junior/EM
Euler Junior/EM

Ingredientes:

- 1 kg de polvilho azedo
- 1 colher (sopa) de sal
- 1/4 de queijo-de-minas meia cura, ralado
- 5 ovos
- 1 copo (americano) de óleo
- 1 copo (americano) de leite
- Meio copo (americano) de água
- Para o recheio 1 peito de frangoTempero a gostoRequeijão cremoso

Na hora

- Para preparar receitas típicas de Minas, nadamelhor que ingredientes tradicionais, como o fubá de moinho de pedra e a canjiquinha. Osprodutos são especialidades da loja Fubá Moinho de Pedra, no Mercado Municipal.

Como fazer Biscoito de queijo recheado:

Misturar bem o sal e o polvilho. Ferver o óleo com o leite e despejar na mistura. Pôr os ovos e amassar bem. Pôr o queijo, misturar e, em seguida, pôr a água. Amassar bem, até desgrudar das mãos. Para o recheio, cozinhar o peito de frango na água com tempero, escorrer e desfiar bem fino. Misturar com a mesma quantidade de requeijão, considerando o peso do frango após ser desfiado. Com uma colher (sopa) da massa, enrolar uma bolinha e, no meio, pôr uma pequena quantidade de recheio.

Envolver todo o recheio com a massa, fechando bem, e achatar a bolinha. Repetir o processo até acabar a massa. Levar ao forno por 40 minutos, em tabuleiro untado, em forno aquecido a 180 graus.

De fazer salivar

Em uma esquina, uma padaria. Na outra, uma lanchonete. A sequência vai se repetindo e, aos poucos, Lavras revela que, de fato, tem vocação para quitandas. Para quem duvida da teoria, basta atentar para o aroma que exala do café Jeito Caseiro. Ao entrar na casa, a freguesia é recepcionada por grandes e tentadores cestos com as mais cheirosas, saborosas e belas iguarias. Render-se a cada uma dessas gostosuras é um exagero totalmente perdoável, mas, se a culpa falar mais alto, basta eleger um a cada visita.

Para dar a primeira amostra ao paladar, a sugestão é o biscoito de queijo recheado, uma especialidade da casa. É o nosso carro-chefe. Por dia, assamos pelo menos 25 fornadas, conta Eduardo Oliveira, um dos sócios da lanchonete. O produto é fabricado seguindo à risca uma receita que já atravessa gerações, revelada aos visitantes apenas depois de muita insistência. Para os adeptos do fogão, seguem os mistérios dessa iguaria.

Já para os que preferem apenas saborear, a dica é não deixar de incluir o lugar no roteiro de uma visita ao município.

Receita fornecida por Durcila Amélia Rios, de Lavras: (35) 3821-3500