Língua de boi com pirão

05/05/2017 09:20
 Marcos Michelin/EM
Marcos Michelin/EM

Ingredientes:


Para a língua:
- 1 língua de boi
- Meio copo (americano)de vinagre
- 1 ml olho de salsa, umde coentro e um decebolinha picado
- 1 folha de louro
- Meia cebola picada
- 1 colher (sopa) de colorau
- Meio tomate picado
- 1 tira de toucinho fina, de aproximadamente
- 10 cm de comprimento

Para o pirão

- 2 conchas do caldo de cozimento da língua
- 1 xícara (chá) de farinha de mandioca

Diferente:

- Carrinho de pipoca é tradição em qualquer canto, mas, em Governador Valadares, os moradores apreciam a iguaria servida de uma forma peculiar: com manteiga de garrafa e queijo ralado. Especialidade em praças e feiras da cidade.

Como fazer Língua de boi com pirão:

Com uma faca, retirar a parte grossa que reveste a língua. Lavar e ferventar em água suficiente para cobrir, por 40 minutos. Escorrer e, com uma faca, fazer um corte na horizontal, para rechear. Pôr a tira de toucinho e amarrar a língua com um barbante. Em uma panela convencional, levar a carne ao fogo, coberta com água e com o restante dos ingredientes. Tapar e deixar cozinhar até que fique macia.

Para o pirão, retirar as duas conchas de caldo da língua, evitando a gordura que fica por cima. Levar ao fogo baixo com a farinha de mandioca e mexer por cinco minutos. Servir como acompanhamento.

Meio século de sabor

Eguindo o aroma dos petiscos tradicionais de Governador Valadares e as recomendações de entendedores do assunto, os viajantes puxam uma cadeira no Bar da Titia. Aberto há 50 anos, está na terceira geração da família de Humberto Carvalho de Souza, neto de dona Maria Alves, precursora no negócio. A história começou com o pé de porco, tira-gosto que espalhou a fama da cozinheira pela cidade. Depois, a língua de boi e a rabada contribuíram para o surgimento de uma verdadeira legião de fãs.

O tempo passou e o Bar da Titia ampliou o cardápio e o espaço, mas não perdeu o tempero especial. Nas mãos de Humberto e de sua mulher, Flávia, o lugar continua encantando paladares que não dispensam receitas tradicionais. "Minha mãe nos passou todas as dicas. Acrescentamos outros tira-gostos e caldos ao cardápio, mas a língua, a rabada e o pé de porco continuam", conta Humberto. Quem assume as panelas é Flávia, que aprendeu com facilidade os segredos das iguarias.

"Sempre gostei de cozinhar. Além disso, já frequentava o bar e apreciava os tira-gostos." Depois de um bom papo, nada melhor do que saborear uma das delícias do cardápio. A escolha é certeira: língua de boi com pirão. A fama se confirma a cada garfada.

Receita fornecida por Flávia Rodrigues de Souza, de Governador Valadares: (33) 3277-4808