Costela no bafo

05/05/2017 08:30
 Marcos Michelin/EM
Marcos Michelin/EM

Ingredientes:

- 3 kg de costela de boi cortada em pedaços de cerca de 1 palmo
- Sal refinado a gosto
- Água suficiente para cobrir as costelas
- 1 colher (sopa) de amaciante de carne

Material Papel alumínio:

Tira-gosto:

- A dica da branquinha da região de Valadares é a Da Cana, fabricada na cidade de Coroaci. A cachaça, de sabor mais suave, é recomendada por quem entende do assunto.
- Contato: (33) 3275-2403.

Como fazer Costela no bafo:

Temperar os pedaços de costela com o sal, colocando-os em uma vasilha funda, em camadas. Dissolver o amaciante de carne na água e cobrir toda a costela. Deixar a vasilha na geladeira, coberta com um pano, de um dia para o outro. Embrulhar cada pedaço da carne em papel alumínio e assar em uma churrasqueira tampada por cerca de seis horas.

Campeã de elogios

Bairro residencial de Governador Valadares, a Ilha dos Araújos é um convite ao sossego. Cercado pelas águas do Rio Doce, o lugar abriga praças e pistas para caminhadas, mas também reserva espaço para bares e restaurantes. Um dos pontos mais frequentados é o Bar da São Zinha, que, há seis anos, serve a melhor costela no bafo de que se tem notícia na região. Pelo menos é essa a fama de Maria da Consolação Silva, antiga costureira que trocou os tecidos pelas panelas.

A costela é preparada aos domingos, mas no sábado já há reservas. Levada para a churrasqueira às 7h, a carne, depois de seis horas de cozimento, chega a desmanchar na boca. Para acompanhar, arroz, mandioca cozida e tropeiro. Está completo o almoço de domingo. Além da iguaria, Consolação prepara outros petiscos famosos. O pastel de carne e queijo é um deles e não pode faltar em um só dia. "Faço na hora e o pessoal adora.

Outro dia, servi 45 unidades em uma mesa." Todos da família trabalham no bar, o que faz com que o cliente se sinta, também, como se estivesse em casa. Impossível resistir.

Receita fornecida por Maria da Consolação L. Silva, de Governador Valadares: (33) 3275-2343