Moqueca de surubim

07/04/2017 09:40
 Marcos Michelin/EM
Marcos Michelin/EM

Ingredientes:

- 600 g de filé de surubim, cortado em cubos grandes
- 200 ml de leite de coco
- 100 g de pimentão picado em tirinhas finas
- 100 g de pimentão vermelho picado em tirinhas finas
- 200 g de tomate sem casca e semente picado em tirinhas finas
- 1 colher (sopa) de alho moído
- 2 colheres (sopa) de azeite de dendê
- 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 100 g de extrato de tomate
- 150 g de cebola picada
- 1 ml aço de cheiro-verde picado
- Suco de 1 limão
- Sal a gosto

Diversidade:

- Tem verduras frescas, temperos cheirosos, frutas da estação, mel puro, quitandas, peixes, linguiças, churrasquinhos, caldo de cana e pastéis fritos na hora. É a tradicional feira do Bairro Boa Vista, em Sete Lagoas, que ocorre religiosamente aos domingos. Vale a visita.

Como fazer Moqueca de surubim:

Temperar o surubim com limão e sal. Aquecer uma panela, de preferência de pedra, e despejar os azeites de dendê e oliva, a cebola, o alho e os pimentões. Quando murcharem, pôr o extrato de tomate e deixar no fogo por 3 minutos. Pôr o leite de coco, o peixe, os tomates, o sal e cobrir com água. Deixar cozinhar por 10 minutos. Provar o tempero, salpicar cheiro-verde e servir.

A paz de uma boa mesa

Que atire a primeira pedra aquele que, em meio à correria das grandes cidades, não desejou trocar todo o barulho e agitação urbana por um recanto de paz e sossego em meio à natureza. Ser destino para quem quer dar uma trégua à confusão diária é a proposta do requintado Águas do Treme Lake Resort, uma área de 300 hectares, em Inhaúma, vizinha a Sete Lagoas, a 83 quilômetros da capital. Ali, a regra é esquecer o relógio e os problemas e entregar-se à preguiça, à boa mesa, à paisagem exuberante e às confortáveis hospedagens.

O lugar abriga o maior lago de pesca esportiva da América Latina, com 60 hectares, e é de lá que vem a matéria-prima de uma receita servida em um dos restaurantes montados no espaço. A moqueca de surubim é preparada pelo chefe Alexandre Rosa que, com sua equipe de 14 funcionários, prepara iguarias das cozinhas regional e internacional, de acordo com o gosto do hóspede. Trabalhar em hotel é muito bom, porque a gente tem a oportunidade de mostrar ao cliente todo nosso trabalho, da hora do café da manhã ao jantar, explica.

A piscicultura do Águas do Treme se desenvolve em 20 tanques e produz diversas espécies, sendo o surubim a mais aclamada pelo público, em diversas receitas do cardápio. Abençoados pela natureza, os viajantes saboreiam um dos pratos, que, sem exageros, merece a classificação de divino.

Receita fornecida por Alexandre Rosa, de Inhaúma: (31) 3716-4800