Picanha do panetone

30/12/2016 09:50

Ingredientes:

- 1 peça inteira (aproximadamente 1 kg) de picanha
- Sal grosso, pimenta-do-reino e pimenta-malagueta a gosto para temperar a carne
- 1 copo de óleor

Original

:

- Mineiro que é mineiro não dispensa pão de queijo. Imagine se ele virar massa de pizza? Em Uberaba, a iguaria faz sucesso e pode ser saboreada na cafeteria Mania de Minas, ao lado da Câmara Municipal, ou comprada em supermercados. Experimente: (34) 3316-5020.

Como fazer Picanha do panetone:

Cortar a peça de picanha na vertical, como se fossem bifes, com espessura aproximada de dois dedos. Bater sal grosso, a pimenta-do-reino e a pimenta-malagueta e temperar a carne com uma parte deste tempero. Regar os bifes com metade do óleo e levar ao congelador por não menos do que cinco horas. Para descongelar, deixar a carne fora do congelador, mas na geladeira, por três dias. Em uma vasilha, pôr a carne, o restante do óleo e tempero.

Para assar, ascender o fogo da churrasqueira cerca de uma hora antes do preparo. Pôr a carne em uma grelha e assim que o sangue começar a pingar, virar as peças.

Talento na brasa

Engana-se quem pensa que preparar churrasco é tarefa simples e sem muitos mistérios. Para o uberabense José Luiz Amaral, o Panetone, como é chamado, fazer churrasco de qualidade é coisa de artista e exige atenção com detalhes. Seus truques para fazer picanha comprovam que a arte em questão exige muito mais que temperar a carne e leva-la à churrasqueira. O ritual começa com o corte, feito na vertical, como se fossem bifes, o que diferencia da maneira mais usual de preparo.

Na seqüência, entram o óleo e o processo de congelamento, tudo isso feito com uma boa justificativa. Uma vez, fiz um churrasco e guardei as carnes no congelador por uns 40 dias. Vi que elas ficaram mais macias, porque o processo quebra as fibras. Já o óleo é para não deixar ressecar, revela. Dono de um buffet na cidade, Panetone acredita que sua forma de preparar picanha, iniciada há 10 anos, é um marco nos negócios.

Acho que posso dividir em dois momentos: antes e depois da picanha, brinca. A carne fez fama em toda a região, talvez pelo fato de ser servida, principalmente, nos leilões de gado, que reúnem produtores de todos os cantos do país. Agora, Panetone prepara um projeto mais ousado, que certamente vai exigir dons de artista. Vamos fazer o maior churrasco do mundo, com 15 toneladas de carne, fala.

Bocas salivantes certamente não vão faltar para assistir ao espetáculo.

Receita fornecida por José Luiz Amaral, de Uberaba: (34) 9972-1771