Virado mineiro

23/12/2016 10:10

Ingredientes:

- 250 g de arroz cozido
- 100 g de feijão cozido al dente, sem caldo
- 50 g de bacon picado em cubos
- 50 g de lombo temperado e cortado em cubos
- 50 g de lingüiça fatiada
- 1 ovo
- 1 tomate picado
- 50 g de milho verde
- 50 g de farinha de mandioca tipo biju
- 50 g de batata-palha
- 2 colheres (sopa) de manteiga
- Cheiro verde e couve, picada bem fininho, a gosto

Tradição

:

- Desde 1935, o Café O Globo é ponto de encontro da boemia passense. Além da nostalgia, o lugar oferece o melhor cafezinho da região, segundo muitos, além de sinuca, salgados e um bom papo com o dono, João Fonseca. Confira: (35) 4103-1415.

Como fazer Virado mineiro:

Em uma frigideira, fazer o ovo mexido, com uma colher de manteiga. Em outra panela, fritar, com o restante da manteiga, a lingüiça, o bacon e o lombo. Quando estiverem fritos, escorrer a gordura e acrescentar, no fogo, o arroz, o feijão, o ovo, o milho verde, o tomate picado, a couve e, por último, a farinha. Servir em um prato com a batata-palha ao redor e salpicar cheiro verde..

Mexido democrático

Quando se está em casa, o caminho mais natural para matar a fome no meio da noite é o bom e velho mexidão. Basta misturar, numa panela, um pouquinho de tudo que há na geladeira e levar ao fogo, com um ovo mexido e pronto. Mas se você for ao Restaurante Puro Sabor, em Passos, esqueça essa idéia. Lá, o prato ganhou status no cardápio, com sete variações e o nome de virado. Era o que o cozinheiro fazia para comermos durante o expediente.

Muitos fregueses nos viam e pediam. Por isso, o introduzimos no cardápio, explica a dona da casa, Luciana Lopes Cançado. Ela diz que a diferença do virado do Puro Sabor para os mexidos caseiros é que lá tudo é feito na hora. Por esse motivo, o mexido está longe de ser uma solução de emergência: é um prato elaborado como qualquer outro. Luciana conta que o sucesso foi tão grande que, em breve, será criado um serviço de entrega apenas para o virado, preparado nas variações mineira, paulista, baiana, carioca, vegetariana, trem-bão, metido a besta e o mais democrático: o virado do meu jeito, para o qual o próprio freguês escolhe os ingredientes.

Para honrar o estado, a pedida é o virado mineiro, com muita couve e lingüiça. Afinal, mesmo com a forte influência paulista, principalmente no sotaque carregado, a cultura das Gerais nunca é esquecida pelos filhos da terra.

Receita fornecida por Luciana Lopes Cançado, de Passos: (35) 3521-8094