Licor de jenipapo

13/05/2016 09:10

Ingredientes:

- 4 jenipapos grandes
- 1 litro de água
- 1 kg de açúcar cristal
- Meio litro de cachaça

Como fazer Licor de jenipapo:

Lavar os frutos, cortá-los ao meio e deixá-los, durante dez dias, num vidro fechado, com cachaça. Depois desse período, fazer uma calda grossa, misturando o açúcar e a água – em fogo alto, gastam-se aproximadamente 45 minutos. Deixar ferver bastante. Retirar do fogo, esperar esfriar, e despejar a cachaça na calda, apertando os frutos com as mãos. Retirar os pedaços do jenipapo e passar a bebida num coador de flanela e depois num de papel.

Se o processo estiver muito lento, trocar de filtro. Depois de pronto, guardar em garrafas.

Néctar no cálice

As garrafas coloridas, com o rótulo “Vó Maria”, são o cartão de visitas de Geni Pereira da Cruz, moradora de Joaquim Felício, a 298 quilômetros de Belo Horizonte. Nas prateleiras da sala e da cozinha, ela mostra os licores de jenipapo, figo, canela, abacaxi e kiwi, todos feitos de forma bem caseira, sem aditivos e com uma grande dose de amor e paciência. No fim do dia, depois de percorrer copas, cozinhas e salões, os viajantes merecem um cálice da bebida, com certeza.

“É fraca, pode tomar sem susto”, avisa Geni, que prefere pouco álcool na infusão para que todos possam provar sem risco. Além desse detalhe, os baixos teores realçam o gosto da fruta. A receita, como é comum no interior da Gerais, atravessa gerações e ninguém se esquece. Neste caso, os segredos foram repassados pela mãe, Maria José. Mesmo herdando os conhecimentos, Geni fez vários testes até chegar ao ponto ideal e hoje agrada a clientela.

Um dos preferidos, sem dúvida, é o jenipapo, fruto com cheiro forte, de árvore frondosa, e típico do cerrado. Na hora da despedida, impossível sair sem algumas garrafas para presentear os amigos.

Receita fornecida por Geni Pereira da Cruz, de Joaquim Felício (38)3757-1254