Feijão amigo

22/03/2007 08:50

Ingredientes:

- 1 kg de feijão preto
- 200 g de paio
- 100 g de lingüiça calabresa
- 500 g de lingüiça de porco, pura
- 200 g de bacon
- 5 dentes de alho picados
- 1 colher (sobremesa) de tempero (sal e alho)
- 3 colheres (sopa) de óleo
- Cheiro verde a gosto

Como fazer Feijão amigo:

Cozinhar o feijão em panela de pressão. Deixar esfriar, bater no liqüidificador e reservar. Cortar o paio, a lingüiça calabresa, a lingüiça de porco e o bacon em pedaços pequenos. Esquentar o óleo, fritar o bacon e reservar. Fazer o mesmo com a calabresa e o paio. Em outra panela, colocar o óleo que sobrou das frituras, o tempero, refogar o feijão batido e acrescentar o alho e as carnes. Deixar ferver.

Fritar a lingüiça de porco, cortar em pedacinhos e acrescentar ao feijão. Ferver por mais dois minutos. Salpicar cheiro verde e servir quente, em cumbucas ou canecas. Rende de 20 a 30 porções.

Força cremosa

Ainda em Carangola, os viajantes têm tempo de sobra para apreciar o feijão amigo, um suculento caldinho preparado com esmero pela funcionária pública Fabiana Oliveira Ferreira. Além de delicioso, serve para reunir gente querida em casa e nas festas. É muito vendido nas barraquinhas, durante a feira agropecuária, realizada na última semana de julho. Virou tradição na cidade, conta Fabiana, que aprendeu os mistérios da culinária com a mãe, Iraci, e as avós, Alice e Conceição, e gosta de inventar na cozinha.

Só mesmo acompanhando Fabiana em ação para aprender direitinho como se faz o feijão amigo. Mesmo que no dia-a-dia os mineiros gostem mais do feijão roxinho, o preto é o indicado para a receita. Depois de cozido na panela de pressão, ele vai receber a companhia luxuosa de paio, das lingüiças calabresa e de porco pura e do bacon. Mas nem pense que basta misturar tudo de uma vez e servir aos visitantes.

Nada disso. Cada uma das carnes merece atenção, sendo fritas separadamente para se encontrar apenas no final. Fabiana se concentra nas etapas e se preocupa com o acabamento da obra-prima, por isso uma colorida cumbuca valoriza ainda mais o produto. A noite está apenas começando e o caldinho se torna um ótimo combustível. Dá força e revigora os ânimos.

Receita fornecida por Fabiana Oliveira Ferreira, de Carangola (32) 9975-1474