Pudim mineiro

11/11/2006 10:00

Ingredientes:

- 3 copos de leite

Para a massa

- 1 copo de açúcar
- 1 copo de farinha de trigo
- 4 ovos
- 1 colher de manteiga
- Raspa de um limão e meio

Para a calda

- 2 copos de açúcar
- 500 ml de água

Como fazer Pudim mineiro:

A massa

Misturar os ingredientes na batedeira ou liquidificador, de um a dois minutos, até obter uma mistura homogênea.

A calda

Levar ao fogo o açúcar, até ficar dourado, sem deixar queimar. Juntar a água e deixar ferver até formar uma calda dourada e de consistência média.

O pudim

Pôr a calda na fôrma de pudim, espalhando-a inclusive nas laterais. Despejar a massa sobre a calda. Colocar a fôrma dentro de outra, em banho-maria, e levar ao fogo durante 25 minutos, com a panela tampada. Se o pudim agarrar, passar o fundo da fôrma na chama do fogão. Virar num prato e servir gelado.

Dádiva do paraíso

Nos dias ensolarados, a dona-de-casa Sônia Dias De Niculi costuma ver juritis, lagartos enormes, macacos saltitantes e outros bichos silvestres bem diante da sua varanda. Ela assiste ao passeio dos animais com sublime satisfação, certa de que mora num pequeno paraíso, a 22 quilômetros do Centro de Galiléia. É nesse clima totalmente integrado à natureza, na comunidade de Córrego de São Paulinho, que a ex-professora se dedica a uma de suas atividades mais queridas: a culinária.

Sei fazer de tudo, afirma, com prazer, enquanto começa a preparar o pudim mineiro, sobremesa rápida, que agrada à família e aos amigos. A visita ao sítio permite aos viajantes conhecer essa vida sem estresse e correrias. Se falta limão, é só dar 10 passos e colhê-lo no pé. Acabou o ovo? Não custar esperar a galinha cantar para correr ao ninho. A experiência diária ensinou à cozinheira e doceira muitos segredos, que ela procura passar adiante: Quando o pudim agarrar no fundo da fôrma, basta passá-la na chama do fogão, que desgruda rapidamente.

Todos ouvem atentos cada palavra e ficam admirados ao ver o doce inteirinho na bandeja, pronto para ser devorado. Na saída, ela dá o arremate: Se quiser, pode-se substituir o limão por coco, laranja ou outro sabor de preferência. Todos agradecem, levando na boca o gostinho de mais uma dádiva da natureza.

Receita fornecida por Sônia Dias De Niculi, da comunidade de Córrego São Paulinho, em Galiléia