Orelha

por 04/04/2015 00:13
Renata Stoduto/divulgação
Renata Stoduto/divulgação (foto: Renata Stoduto/divulgação)


Relações humanas

A Academia Mineira de Letras (AML) receberá, na quarta-feira, às 19h, o poeta e cronista gaúcho Fabrício Carpinejar, autor de obras como o infantojuvenil Votupira (2011) e o livro de crônicas Canalha!, ambos vencedores do Prêmio Jabuti de Literatura. Ele chega a BH para apresentar conferência sobre o tema “O jardim e o quintal, a fidelidade e a lealdade: estudo poético das relações humanas”. O evento faz parte do projeto O autor na academia. A AML fica na Rua da Bahia, 1.466, no Centro. Informações pelo (31) 3222-5764.


Festival de história

Estão abertas as inscrições para a primeira etapa do 3º Festival de História (fHist), que será realizado de 20 a 23 de maio em Braga, Norte de Portugal, com o tema “Diálogos oceânicos”, envolvendo as raízes, identidades, diversidades e diásporas dos povos de língua portuguesa. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site www.festivaldehistoria.com.br. Depois do sucesso de 2011 e 2013 na histórica Diamantina, o evento se expande este ano, com duas etapas complementares: em Braga, um dos principais polos irradiadores da cultura portuguesa para o Brasil, e em Diamantina, de 8 a 11 de outubro.

***

Entre os conferencistas confirmados estão o historiador e escritor brasileiro Boris Fausto; o historiador e professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro José Murilo de Carvalho; a arquiteta Jurema Machado, presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional; o arquiteto e cenógrafo Gringo Cardia; o historiador britânico Kenneth Maxwell;, a historiadora e professora da Universidade Federal de Minas Gerais Heloísa Starling; e a historiadora Lília Schwartz. O evento contará também com os especialistas portugueses Maria Augusta Lima Cruz, José Carlos Venâncio, Pedro Portela, Ana Maria dos Santos Betthencourt, Nuno Gonçalo Monteiro e Miguel Sopas de Melo Bandeira.


Karina na Flip



A cantora Karina Buhr (foto) confirmou presença na programação da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). Ela lança em abril seu primeiro livro, Desperdiçando rima (Fábrica 231/Rocco), que reúne música, poesia, cartas, crônicas e desenhos. Karina nasceu em Salvador, em 1974. Em 2010, lançou seu primeiro disco solo, Eu menti pra você. A Flip será realizada entre 1º e 5 de julho. O homenageado desta edição será Mário de Andrade. Também participa do evento o escritor irlandês Colm Tóibín, cujo mais recente romance, Nora Webster, sai em junho no Brasil.


Obras inacabadas

A escritora Jane Austen (1775-1817) é considerada um dos maiores nomes da literatura inglesa, ao lado de William Shakespeare e Charles Dickens. São dela clássicos como Razão e sensibilidade, Orgulho e preconceito e Emma, entre outros. No ano em que se comemoram os 240 anos do nascimento da autora, a Editora Landmark lança Obras inacabadas: unfinished works. Juntas, as quatro peças revelam muito do estilo e da força criativa da escritora.


Pura memória

A antologia Tempos de escola (Boa Companhia) oferece uma seleção de autores brasileiros. Trata-se da reunião de contos e crônicas sobre um período muito marcante na vida de qualquer um: o escolar. A seleção inclui Machado de Assis (“Conto da escola” e “O caso da vara”), Lima Barreto (“O filho da Gabriela”), Otto Lara Resende (“Namorado morto”) e Carlos Drummond de Andrade, com cinco crônicas curtas. Entre os autores contemporâneos estão Antonio Prata e Fabrício Corsaletti.


Tempo de imagens


A editora IMS reuniu vários autores no lançamento da revista Serrote. Um dos focos do número 19 da publicação é o excesso de imagens ao nosso redor. O texto do professor de filosofia alemão Christoph Türcke analisa de que maneira isso pode embotar a percepção. O escritor brasileiro Antônio Xerxenesky, por sua vez, comenta a metafísica expressa pelo filme Miami vice (2006), do diretor norte-americano Michael Mann. Outro destaque: o ensaio do crítico de arte Michel Leiris sobre o pintor espanhol Joan Miró.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE PENSAR