José de Abreu ironiza Guaidó e se autoproclama presidente do Brasil

Ator satirizou a situação do líder da oposição na Venezuela no Twitter e chegou ao topo dos trending topics no país

por Luiz Augusto Barros* 26/02/2019 20:15
Reprodução/Redes Sociais
(foto: Reprodução/Redes Sociais)
O ator José de Abreu se autoproclamou presidente do Brasil em sua conta no Twitter. A manifestação é uma sátira inspirada na autoproclamação de Juan Guaidó como presidente da Venezuela e na conhecida insatisfação de Abreu em relação ao governo Bolsonaro. Guaidó declarou-se presidente no dia 23 de janeiro, após diversos países não reconhecerem a legitimidade de Nicolás Maduro. José de Abreu "assumiu alternativamente" o cargo na segunda-feira (25) à noite.
 

Em uma série de postagens, o ator explicou como seria seu governo e quem seriam seus ministros. Na biografia do perfil, espaço reservado para uma descrição, ele escreveu o lema de sua campanha: “O Brasil ao lado de todos, nem acima, nem abaixo. Nossa Bandeira jamais será laranja", em crítica direta ao governo de Jair Bolsonaro (PSL). O nome da página também foi alterado, passando a ser “José de Abreu, autoproclamado Presidente do Brasil”. Entenda, abaixo, como se desenrolou a piada.
 
A história começou com o seguinte tweet:  
 
 
A proposta ganhou apoio imediato:
 
A partir daí, José de Abreu passou a nomear os seus ministros. Como vice-presidente, escolheu a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). Segundo ele, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seria solto para que pudesse assumir os Ministérios dos Justos e da Cultura, além de assumir o posto de Chefe da Casa Civil, Militar e Religiosa do Brasil.
 
 
A pedagoga e blogueira feminista Lola Aronovich seria ministra das Relações Socias, o ex-senador Eduardo Suplicy seria nomeado ministro do Bem e Fernando Haddad reassumiria o Ministério da Educação. Para o Ministério das Relações Espirituais, o teólogo Leonardo Boff e Jean Willys seria ministro da Saúde, assim como da Segurança Pública e Respeito ao Cidadão.
 
 
Como Chanceler, Celso Amorim reassumiria, além de ser nomeado para o Ministério da Paz Internacional. O médico e cientista Miguel Nicolelis seria nomeado ministro da Ciência e Tecnologia e Guilherme Boulos para o Ministério da Habitação. Para o Ministério de Relações Institucionais, o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ); no Ministério de Apoio Institucional aos LGBT, a ex-deputada federal Manuela D'Ávila (PCdoB-RS). Como ministra da Economia, Laura Caravalho. A ex-presidente Dilma Rousseff assumiria, segundo Abreu, o Ministério de Energia Convencional e Alternativa, enquanto a nadadora Joanna Maranhão seria nomeada ministra dos Esportes.
 
 
O ator ainda detalhou as medidas imaginárias de sua gestão:
 
 
 
 
 
 
 
 
E, em um gesto de magnanimidade... 
 
O autoproclamado presidente do Brasil, José de Abreu recebeu apoio de diversas figuras importantes da política brasileira:
 
 
 
 
Por fim, registrou seu figurino para a posse, que, segundo ele, acontecerá no dia 8 de março, no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. 
 
 
Com o bem-humorado roteiro de ficção, o ator, além de chacoalhar o Twitter ao longo de toda esta terça-feira (26), alcançou o topo dos trending topics (TTs) no Brasil e o sexto lugar no mundo.  

 
*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']