Casal descobre foto dos dois juntos 11 anos antes de se conhecerem

Os chineses Xue e Ye, que hoje são pais de gêmeas, estiveram no mesmo lugar e posaram para fotos diferentes no mesmo momento

por Luiz Augusto Barros* 14/03/2018 20:56

Reprodução/Twitter
(foto: Reprodução/Twitter)

Dois adolescentes completamente estranhos estavam, no mesmo dia e horário, em frente à Towering Red Sculture, monumento localizado na Praça 4 de Maio, na cidade chinesa de Qingdao. Como turistas, resolveram registrar o momento com uma fotografia e o rapaz acabou aparecendo ao fundo da foto da moça, enquanto também estava sendo fotografado, mas por outra câmera. 

A história jamais viria à tona se os estranhos, anos depois, não tivessem se tornado marido e mulher. Depois de casados, Xue e Ye descobriram a foto por acaso. O registro foi feito em julho de 2000 e os dois acabaram se conhecendo 11 anos mais tarde, longe do local em que estiveram próximos pela primeira vez (sem que soubessem). 

COINCIDÊNCIAS

Na ocasião em que as fotos foram tiradas, os jovens visitavam a cidade por motivos diferentes. Xue acompanhava a mãe, que estava em processo de reabilitação de uma cirurgia; Ye fazia parte de uma excursão organizada pela mãe, que acabou não viajando devido a uma crise de apendicite. Eles seguiram separados por anos, desconhecendo a existência do outro. Mesmo depois de se conhecerem e se apaixonarem, eles não sabiam dessa conexão perdida até que viram a foto antiga de Xue, que mostrava Ye parado no fundo.

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Ye contou sua reação. “Quando vi a foto, fui pego de surpresa e tive arrepios por todo meu corpo”, disse.

A história viralizou nas redes sociais. Os amigos do casal disseram que o "quase encontro" do passado era uma prova incontestável de que o destino queria os dois juntos. Agora, com filhas gêmeas, eles planejam voltar para o local.

“Qingdao é, certamente, uma das cidades mais especiais para nós", disse Ye. "Quando as crianças estiverem mais velhas, vamos voltar lá e a família vai tirar outra foto.”  

 

 

 *Sob supervisão da editora Liliane Corrêa

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS