Compras online: com a pandemia, brasileiros inovam ao comprar presentes

Como a pandemia de Covid tornou as demonstrações de afeto ainda mais importantes e como isso influenciou na forma do brasileiro presentear

20/05/2021 17:41
Freepik
(foto: Freepik)

 
O Dia das Mães, terceira data mais importante para o comércio brasileiro, perdendo apenas para o Natal e a Black Friday, mal acabou de passar e é o Dia dos Namorados que está na agenda de quem não abre mão de demonstrar o amor, mesmo em tempos nebulosos como os que estamos vivendo agora.

Mais do que nunca, enviar um presente por correio ou acordar a pessoa amada com uma cesta de café de manhã ganha um significado capaz de iluminar sorrisos e reacender a energia de quem já está cansado de tantas privações e ameaças diárias, seja pela questão da saúde, da economia ou da própria rotina.

A propósito, é importante salientar que os relacionamentos familiares e amorosos foram alguns dos mais prejudicados durante todo o período de pandemia, visto que a falta de oportunidades de lazer, prática de esportes e a diminuição do convívio social afetaram o humor e a disposição de muitas pessoas.

A necessidade de estar presente e se sentir próximo das pessoas, no entanto, só aumentou.

Em 2020, uma pesquisa do Google mostrou que, no Brasil, 37% das pessoas compraram presentes no Dia das Mães, apesar da data ter se passado no auge das preocupações com a pandemia.

Segundo pesquisa da BEUP para análise e insights da Globo 2020, o isolamento social fez com que a data se tornasse ainda mais importante e valiosa para um grande número de pessoas, e esse sentimento gerou impacto nas vendas e atendimentos dos comércios digitais. Dos entrevistados, 69% disseram que iriam celebrar o dia das mães e, nesse público, 85% iriam presentear a mãe “à distância”, enviando um presente pelo Correio. 

É possível, inclusive, comprar flores pela internet


A Interflores – interflores.com.br, loja paulista de presentes, especializada em cestas de café da manhã, flores e chocolates, foi uma das empresas que declarou ter aumentado seus investimentos em sua plataforma online, realizando grandes aportes em SEO, marketing digital, atendimento online e se preocupando com cada detalhe envolvido nos envios de presentes para o Estado de São Paulo.

Divulgação/Inter Flores
(foto: Divulgação/Inter Flores )

Sebastian, gerente das operações da empresa, sinalizou em conversa com Bruna Bozano, especialista em estratégias para negócios digitais, o quanto aumentaram as cobranças em relação à importância do presente.

“O cliente que compra uma cesta para presentear alguém, faz questão que seja entregue no dia combinado e que todos os detalhes estejam perfeitos, sem nenhum tipo de tolerância em relação a atrasos e defeitos. Nenhum produto de uma cesta pode ser trocado ou substituído, pois quem faz a compra se importa com cada detalhe do que está sendo enviado. Nós, como empresa, precisamos nos atualizar diariamente, realizar todo tipo de treinamento e especialização possível, para que quem recebe o presente não se sinta recebendo uma encomenda, mas sim, o abraço, o carinho e o sentimento de quem enviou”.

Outro ponto que foi notado desde o início da pandemia é que as compras estão sendo realizadas com envios para estados diferentes dos correspondentes aos titulares das compras, o que significa que muito mais pessoas estão realizando envios para pessoas queridas que estão em outras localidades ou regiões do Brasil.

Quem quer celebrar o dia dos namorados, dia dos pais ou homenagear uma pessoa importante que não pode ser visitada pelas questões relacionadas ao distanciamento social, pode comprar um presente pela internet e enviar para uma pessoa especial em São Paulo, por exemplo.

O mais importante de tudo é não permitir que o distanciamento social cause prejuízos emocionais e afastamento entre pessoas que se amam e querem estar bem próximas, quando tudo isso
terminar.

MAIS SOBRE NEGÓCIOS