Violoncelista Antonio Meneses e Orquestra de Câmara Sesiminas se apresentam em BH nesta quarta (18)

Músicos interpretarão obras de Haydn e Tchaikovsky. Concerto terá também homenagem ao compositor Edino Krieger

por Márcia Maria Cruz 18/09/2018 07:00
Acervo pessoal
(foto: Acervo pessoal)

Antonio Meneses, um dos violoncelistas mais importantes do mundo, vai se apresentar com a Orquestra de Câmara Sesiminas, na quarta-feira (19), em Belo Horizonte. O pernambucano radicado na Suíça intepretará peças de Tchaikovsky e Haydn. “Dizem que o violoncelo é o instrumento mais parecido com a voz humana. Nada pode se comparar à voz humana, que é maravilhosa. Mas podemos aceitar essa caracterização”, diz Meneses.

O violoncelista executará Andante cantabile, de Tchaikovsky, e Concerto nº 1 em dó maior para violoncelo e cordas, de Haydn. Com regência do maestro Marco Antônio Maia Drumond, a orquestra prestará também homenagem aos 90 anos do compositor catarinense Edino Krieger, completados em março.

“Tchaikovsky e Haydn são obras bem contrastantes”, diz Meneses. Joseph Haydn (1732-1809) foi um dos mais importantes compositores do classicismo vienense. “Em 1960, manuscritos dele foram descobertos numa biblioteca do Leste Europeu. Depois, tornaram-se o concerto muito popular para violoncelo”, explica. O instrumentista destaca o vigor dessa composição. “É uma obra muito viva e de muita energia, que pede virtuosismo.”

Nome de destaque do romantismo russo, Tchaikovsky (1840-1893) compôs sinfonias, concertos e óperas. Meneses chama a atenção para a versão de Andante cantabile para violoncelo e orquestra de câmara. “É muito bonita. Tipicamente melancolia, mas de beleza extrema. A ideia do maestro Marco Antônio era ter, no programa, essas duas obras contrastantes”, afirma.

Sem a presença de Meneses, a Orquestra de Câmara Sesiminas vai apresentar Divertimento para cordas, de Edino Krieger. O violoncelista elogia o maestro e compositor. “Toquei as composições que ele fez pra mim nos concertos que fiz em Vitória, Goiânia e Belém”, revela. O violoncelista fará turnê pela América do Sul, com apresentações em Montividéu, Buenos Aires, Santiago e Brasília.

Na noite de amanhã, o público ouvirá também um clássico de Haydn: a Sinfonia nº 22 em mi bemol maior – O filósofo. Composta em 1764, a peça conta com curiosa instrumentação, utilizando dois cornes ingleses.

CARREIRA

Antonio Meneses, de 61 anos, estreou como solista internacional em um concerto em Washington (EUA), em 1977, interpretando Villa-Lobos. No mesmo ano, conquistou o primeiro lugar no concurso da Associação das Empresas Públicas de Radiodifusão (ARD), na Alemanha. Em 1982, venceu o concurso Tchaikovsky, na Rússia.

O pernambucano é parceiro de vários pianistas de renome internacional – entre eles, a filipina Cecile Licad, a luso-brasileira Maria João Pires e o suíço Gérard Wyss.

Meneses lançou elogiado disco com a Filarmônica de Berlim, regida por Herbert von Karajan, e duas gravações integrais das suítes para violoncelo solo compostas por Johann Sebastian Bach.

ANTONIO MENESES E ORQUESTRA DE CÂMARA SESIMINAS
Quarta-feira (19), às 20h. Teatro Sesiminas. Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia. R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). Informações: (31) 3241-7181

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA