Festival de Inverno da UFMG traz atrações para o campus na Pampulha até sábado

Um dos destaques da programação é o talento da pianista Luísa Mitre, uma das 'crias' da instituição. Na quarta-feira, ela apresenta faixas de 'Oferenda', o seu primeiro disco

por Ana Clara Brant 23/07/2018 08:00

Marina Mitre/divulgação
A pianista e compositora Luísa Mitre diz que as mulheres vêm conquistando o seu espaço na música instrumental brasileira (foto: Marina Mitre/divulgação)
A Universidade Federal de Minas Gerais é parte da trajetória pessoal e, principalmente, profissional da pianista mineira Luísa Mitre. “Sou cria da Federal. Além de ter me graduado lá, fiz o mestrado na Escola de Música. Esse lugar está ligado à minha vida pra sempre”, ressalta.


Luísa de 29 anos, é uma das atrações do 50º Festival de Inverno da UFMG, que até sábado oferece programação gratuita no câmpus da Pampulha e no Conservatório, no Centro de BH. Na quarta-feira (25), a pianista vai apresentar show com as peças autorais inéditas de seu primeiro álbum, Oferenda, que será lançado em 4 de agosto.


“Vou dar um aperitivo do meu disco, além de explorar a linguagem do piano em gêneros bem brasileiros, como samba de roda, choro, baião e forró”, avisa Luísa. Ela estará acompanhada de Marcela Nunes (flauta), da irmã, Natália Mitre (vibrafone), de Camila Rocha (baixo) e de Paulo Fróis (bateria). “Foi na faculdade que os conheci, outra prova de como a UFMG é importante pra mim. Sem contar que já me apresentei em uma edição do Festival de Inverno quando ainda estudava. Fiz parte da big band da faculdade”, revela.


O quinteto de Luísa conta com quatro mulheres. Embora não seja intencional, isso acaba despertando curiosidade. “Se fosse um grupo só de homens, ninguém estranharia. Mas não foi algo pensado. Escolhi pessoas que tinham a ver com o projeto e tocavam há um bom tempo comigo. São artistas da cena musical de BH que estão na ativa há algum tempo”, explica.
Um quinteto majoritariamente feminino não deveria ser incomum, observa a pianista, destacando que as instrumentistas têm conquistado cada vez mais espaço. Prova disso foi fato de ela se tornar, em 2018, a segunda mulher a vencer o Prêmio BDMG Instrumental, que teve 18 edições. Luísa levou também o troféu de melhor arranjo.


“Isso é muito sintomático, sobretudo se a gente pensar que, a cada edição, são 12 concorrentes no BDMG Instrumental. É muito pouco, mas a tendência é melhorar. As mulheres vêm se sobressaindo em todas as áreas. Na música não poderia ser diferente, apesar da predominância masculina”, diz. Desde 2011, Luísa integra o quarteto Toca de Tatu, que tem o choro como a principal referência.


Oferenda vai mostrar o lado autora da pianista mineira. Ela começou a compor em 2017, quando participou do projeto Música nova, do Savassi Festival, que lhe encomendou uma peça inédita. O disco de estreia terá sete faixas. “Estou muito satisfeita com o resultado. Espero que todos gostem quando a gente fizer o lançamento oficial no Conservatório UFMG, outro lugar especial pra mim”, afirma Luísa.

 

z FESTIVAL DE INVERNO DA UFMG

» SEGUNDA (23)
. 18h – Microarquiteturas. Espetáculo
musical de Rafael Macedo e Pulando o Vitrô.
Auditório da Reitoria
. 19h às 20h30 – Bate-papo com
 Ione de Medeiros, diretora do
Grupo Oficcina Multimédia.
Conservatório UFMG

» TERÇA (24)
. 15h – Performance Reeducação. Com Priscila Rezende.
Conservatório UFMG
. 19h às 20h30 – Bate-papo com Grace Passô, diretora, dramaturga e atriz.
Conservatório UFMG
. 21h – Peça A dama e o cachorrinho.
Com François Kahn (França).
Conservatório UFMG

» QUARTA (25)
. 18h – Oferenda. Show de
Luísa Mitre e Quinteto.
Auditório da Reitoria

» QUINTA (26)
. 18h – Coral Ars Nova.
Auditório da Reitoria
. 19h às 20h30 – Bate-papo com Nuno Ramos, artista plástico e escritor.
Conservatório UFMG

» SEXTA (27)
. 18h – Performance Experimento 1. De Companhia Suspensa.
Bosque da Música, no câmpus Pampulha
. 19h às 20h30 – Bate-papo com José Miguel Wisnik, compositor e ensaísta.
Conservatório UFMG

» SÁBADO (28)
.10h30 – Espetáculo infantil Brinquedorias. Com Grupo Serelepe.
Auditório da Reitoria
.18h – Show de Aline Calixto
Praça de Serviços do câmpus

»  ATÉ 26/10
Exposição Clébio Maduro: Obra gráfica
. De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h
Saguão da Reitoria

Câmpus Pampulha: Avenida Presidente Antônio Carlos, 6.627, Pampulha
Conservatório UFMG: Avenida
Afonso Pena, 1.534, Centro
Entrada franca

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA