Marília Mendonça pede desculpas após ser criticada por fala transfóbica

A cantora fez um comentário em tom de piada sobre um caso que aconteceu em uma boate LGBT e foi repreendida na internet

Correio Braziliense 10/08/2020 15:33
Divulgação/Marília Mendonça
Marília Mendonça aceitou críticas de internautas e disse que não se justificaria seu erro (foto: Divulgação/Marília Mendonça)
A cantora Marília Mendonça pediu desculpas, na manhã desta segunda-feira (10/8), na própria conta do Twitter, após ter comentários repreendidos por internautas por uma fala considerada transfóbica. A artista, além de pedir perdão, disse que aceitava o erro e completou. “Não me justificarei”.


Boate Diesel
No sábado (8/8), durante uma live, Marília Mendonça contou, em tom de piada, uma história que havia ocorrido com um membro da banda anos atrás na boate Diesel, uma casa de shows LGBT em Goiânia.

“Não vou falar quem e nem vou falar o porquê, vou ficar calada. Quem lembra da boate Diesel, lembra da boate Diesel. Disse... que lá foi o lugar que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber”, contou a cantora durante a transmissão ao vivo enquanto a banda ria.

O guitarrista logo respondeu: “Era mulher mesmo”. Outro músico deu a tréplica em tom cômico: “Calma, ninguém falou nada”.

O papo entre uma música e outra não pegou bem nas redes sociais e muitas críticas foram feitas à fala da sertaneja e à própria Marília Mendonça, conhecida como uma das pessoas do meio sertanejo mais engajadas em discursos contra machismo e misoginia.

MAIS SOBRE MEXERICO