Salumeria Central faz aniversário e fecha a Rua Sapucaí para comemorar

Comemoração deste sábado marca nova fase do restaurante, que agora conta com a chef Ana Motta como sócia

por Eduardo Tristão Girão 23/01/2015 08:00
André Hauck/Esp. EM
(foto: André Hauck/Esp. EM )
Quando foi aberta, em 2012, a Salumeria Central chamou a atenção não apenas pelo cardápio focado em queijos e embutidos – mistura ítalo-mineira proposta pelo chef italiano Massimo Battaglini –, mas também por sua localização. Até então, a Rua Sapucaí, na Floresta, apenas ficava atrás da Praça da Estação. Hoje, tornou-se point (depois, foram abertos ali o Pecatore e a Benfeitoria) e neste sábado será fechada para festa de aniversário da casa, com entrada franca e muita comida ao ar livre. A vista para o Centro é especial.


Mais do que isso, a comemoração marca também a nova fase do restaurante, que agora conta com a chef Ana Motta como sócia, responsável por assumir a cozinha e renovar os pratos. São dela e de Battaglini as receitas que serão servidas ao público, das 14h às 22h, como o sanduíche de porchetta com alface e maionese caseira (R$ 17), a porção de bolinhos de maçã de peito (R$ 15), o mexido com linguiça, costelinha defumada, ovo, feijão, couve e torresmo (R$ 20) e a macarronada com almôndega (R$ 20).

Os convidados da festa vão colocar a mão na massa, a começar pelo chef Leo Mendes (Ah! Bon), que terá estande com pães e picolés feitos por ele em seu projeto paralelo, a padaria Grano, em Nova Lima. Outro que comparecerá para trabalhar é Zé Pretinho, proprietário do bar homônimo, na Serra: ele vai preparar na rua porção de costelinha com mandioca (R$ 20) e drinques a R$ 15 (caipirinha de morango e mojito). A cerveja ficará a cargo da Bäcker (R$ 6, chope).

 

Leia mais sobre gastronomia no Blog do Girão

 

O chef italiano Rafaelle Autorino, do Pecatore (que tem Battaglini como sócio), também vai participar e, seguindo a especialidade da casa (peixes e frutos do mar), oferecerá ostras (R$ 6, unidade) e espumante (R$ 7, taça do gaúcho Castellamare) – duas ostras e uma taça da bebida saem por R$ 17. O atendimento será feito nas mesas colocadas na rua, deixando os salões da Salumeria e do Pecatore para serem ocupados por idosos e famílias acompanhadas por crianças. Os cardápios das duas casas estarão suspensos no dia.

VEM AÍ O novo cardápio da Salumeria Central passa a valer a partir de terça-feira, reformulado por Ana Motta, que já havia trabalhado com Massimo Battaglini na Osteria Mattiazzi e passou também pelos restaurantes Dádiva e Amadeus (SP). Ela reimplantou a produção de massas no local, sendo o espaguete alla chitarra o destaque: feito na proporção de 40 gemas por quilo de farinha, é servido com chuleta e creme de limão com pimenta verde ou, simplesmente, com tomate cereja.

Apesar da devoção da casa pela carne de porco, Ana providenciou a inclusão de receitas vegetarianas como saladas e um risoto de cevada (no lugar do arroz italiano) com queijo de cabra e hortelã. “O cardápio ficou parado e essa renovação ajuda a mudar o astral. Além disso, uma mulher ajuda a dar mais leveza e delicadeza ao lugar”, acredita.

Entretanto, os carnívoros podem ficar tranquilos, pois entre as novidades há rabada com agrião e purê de mandioca com queijo canastra e a inclusão definitiva da porchetta no cardápio, servida na chapa, como petisco. A chef também criou linha de espetos (como o de camarão com farofa de pancetta) e sanduíches (como o de linguiça com queijo canastra). Os fornecedores de embutidos e queijos continuam os mesmos e a casa está desenvolvendo fornecedor só para folhas como taioba, maria-gondó, orapronóbis e couve.

Aniversário da Salumeria Central
Neste sábado, das 14h às 22h, na Rua Sapucaí, 527, Floresta. Entrada franca. Informações: (31) 2552-0154.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA