Pium-I de ponta a ponta

Estabelecimentos mais antigos se misturam aos recentes em cerca de 10 quarteirões da Pium-I

por Eduardo Tristão Girão 14/01/2011 07:00
Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press
1 - Fachada do Almanaque, no nº 675. 2 - O DJ Leo Mille comanda as picapes na risoteria Sorriso, no nº 784. 3 - Restaurante Peixe Boi, aberto em novem (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press )

Somando os seis novos bares e restaurantes da Rua Pium-I aos já existentes, chega-se ao impressionante número de 22 estabelecimentos em não mais do que 10 quarteirões. A oferta ganha ares democráticos se observada a diversidade representada pelos veteranos da região: vai do cardápio descomplicado do La Farina às pizzas elaboradas da Marília Pizzeria, passando por bares com ambiente tradicional, como o do Paulinho, choperias de destaque, como o Albano’s, e restaurantes temáticos, como o Alguidares e o La Milonga, baiano e parrilla, respectivamente.

CASAS ANTIGAS

La Farina
Com ambiente simples, tem pizzas e massas no cardápio, além pratos como filés e estrogonofe.Nº 339, (31) 3225-3916.

Empório do Zé
Costelinha e joelho de porco são duas das pedidas mais populares, preparadas na “TV de cachorro”. Nº 570, (31) 2555-4070.

Albano’s
Servido em tulipa bem fina, o chope é a especialidade da casa, que tem cardápio de petiscos variados e mesa de antepastos vendidos à quilo. Nº 611,
(31) 3281-2644.

Cia do Boi
Carnes preparadas na chapa, com tempero à base de manteiga (que cheira longe), são a marca registrada da casa. Nº 653, (31) 3287-9131.

Bar da Neca
Chope Krug e cerveja Áustria para acompanhar pedidas inusitadas, como o filé à parmegiana à palito. Uma das esquinas mais lotadas da região. Nº 690, (31) 2555-9132.

Café do Carmo
Reformulado, agora conta com pratos mais elaborados e mais vinhos, mas continua como bar.
Nº 695, (31) 3221-9156.

Butiquim mineiro
A decoração remete ao clima das antigas fazendas mineiras. Petiscos tradicioanis são preparados para acompanhar a cachaça, especialidade local.Nº 726, (31) 3227-0801.

Mundaka
Bar cujo tema são os esportes radicais, tem vários ambientes, incluindo varanda e sinuca.Nº 787, (31) 3221-6576.

Alguidares
Casa baiana, tem no acarajé e nas moquecas seus pontos fortes. Em relação ao molho de pimenta da casa, recomenda-se cautela.Nº 1.037, (31) 3221-8877.

La Cancha
Casa grande, para 450 pessoas, é ponto de encontro dos amantes do esporte, com transmissões de TV. Nº 1.122, (31) 2535-3582 / 3583.

Stella Maris
Crepes e coquetéis são a aposta da casa. Oferece rodízio de crepes às quartas-feiras por R$ 19,90 (individual). Nº 1.175, (31) 2535-0500.

Bar do Paulinho
Com ambiente mais tradicional, tem freguesia cativa num dos mais agitados cruzamentos do bairro. Nº 1.180.

Vinicius
Pizzas e antepastos são o combustível para os que frequentam a casa, muito procurada para happy hour.
Nº 1.259, (31) 3225-4244.

Fany Bombons
Tortas, chocolates e doces artesanais com receita da proprietária, Fany Balabram, desde 1983. Nº 1.636, (31) 3227-0141.

NA ESQUINA

Marília Pizzeria
Uma das pizzarias mais tradicionais da cidade, serve dezenas de redondas assadas em forno a lenha. Rua Montes Claros, 526, esquina com Rua Pium-I, Anchieta . (31) 2551-4844.

La Milonga
Carnes assadas na parrilla são a especialidade, servidas com chope ou vinhos sul-americanos.Rua Francisco Deslandes, 10, esquina com Rua Pium-I, Anchieta. (31) 3282-2715.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA