Verano serve sequências individuais de quatro receitas

por Eduardo Tristão Girão 12/11/2010 07:00
Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press
Recém-inaugurado, Verano foi montado em casa da década de 1950 (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press)

Uns dirão se tratar de irresponsabilidade. Outros, de coragem. Fato é que está no Gutierrez, bairro sem grande reputação gastronômica, um dos raros (se não for o único) restaurantes de Belo Horizonte focados exclusivamente em menu degustação. No recém-inaugurado Verano, o freguês come prato avulso se quiser, mas a cozinha está pronta para sempre soltar sequências individuais de quatro receitas (entrada, duas opções e sobremesa) a preços competitivos (na casa dos R$ 60). Tudo harmonizado com vários vinhos (em torno de R$ 55).

“A ideia é oferecer algo novo, fazendo do restaurante uma ponte entre o cliente e a gastronomia. Trouxemos informalidade para tudo que é formal num restaurante, da roupa dos garçons à estrutura dos menus, mas sem perder o charme”, afirma Leonardo Bosco, que divide o comando da casa com os sócios Fúlvio Motta e Luiz Carlos Rezende. Apenas Leonardo é novato no ramo: Luiz tem passagem pelas cozinhas do Vecchio Sogno, Chez Bastião e Merlin, enquanto Fúlvio promove mensalmente o evento gastronômico Quintas da Boa Mesa com o fotógrafo Rodrigo Câmara num antiquário de Santa Teresa.

A propósito, a ideia de abrir o restaurante tem origem justamente na experiência de Fúlvio com o Quintas da Boa Mesa, também baseado em menu degustação. O espaço seria, portanto, a expansão do conceito desse projeto. Encontrado o ponto, uma casa da década de 1950, o trio deu início à reforma, que durou quatro meses. Atualmente sustentado por vigas de aço, o salão principal surgiu depois de terem sido derrubadas todas as paredes que dividiam os cômodos. Ao lado, pequena cozinha independente, cercada por balcão e banquetas, abrigará em breve aulas de culinária. Na frente há deck com mesas sob ombrelones.

Quer mais opções? Confira o Guia de Bares e Restaurantes do Divirta-se

Camarões na manteiga, boa pedida do cardápio da casa
SEQUÊNCIAS

Os pratos foram desenvolvidos por Fúlvio e Luiz (que assume o cargo de chef executivo). Atualmente, estão disponíveis dois menus, que serão renovados a cada mudança de estação. O primeiro é composto por torteloni de pato e ricota ao molho trufado; camarão enrolado em presunto cru sobre cama de palmito pupunha ao molho de maracujá; badejo flambado com xerez com cogumelos, tomate cereja e batatas ao azeite; e cestinha crocante com sorvete de coco ao azeite de tangerina. Sai por R$ 68 por pessoa.

Já o segundo (R$ 65, individual) começa com polenta com cogumelo shiitake e queijo brie, prosseguindo com caneloni de carne de sol com requeijão ao molho de abóbora; costeletas de cordeiro ao molho de jabuticaba com purê de inhame trufado; e, por fim, cone de chocolate com musseline de damasco com laranja. Todas as massas são preparadas no local segundo receita do pai de Fúlvio, descendente de italianos, que até hoje as produz em casa. Petiscos e duas opções de pratos infantis completam o cardápio, recheado de drinques e cervejas especiais. A carta de vinhos conta com 28 rótulos, todos da importadora Cantu.

LEIA MAIS NO BLOG DO GIRÃO

VERANO
Rua Ludgero Dolabela, 738, Gutierrez, (31) 2514-9927. Aberto de terça a quinta-feira, das 18h à 0h; sexta-feira, das 18h à 0h30; sábado, das 12h à 0h30; domingo, das 12h às 17h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA